Sem marcar fora de casa na Libertadores, Palmeiras pega o Tijuana nas oitavas

Por Mauricio Nadal -iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Equipe paulista perdeu suas três partidas como visitante na competição continental, não fez gol fora de seus domínios e tem missão complicada diante do Tijuana, em campo sintético

Divulgação/Palmeiras
O técnico Gílson Kleina pegou informações com o Corinthians a respeito do gramado sintético que encontrará em Tijuana

Classificado como primeiro colocado do grupo 2 da Libertadores, o Palmeiras venceu as três partidas em casa e contabilizou os seus nove pontos até aqui. Porém, o time de Gilson Kleina perdeu as três fora de seus domínios e tem outro desafio para as oitavas de final: marcar um gol como visitante, algo importante no mata-mata. Nesta terça, o Palmeiras terá a difícil missão de encarar o Tijuana, no México, às 22h (horário de Brasília), no jogo de ida das oitavas da competição continental.

O Palmeiras vai se classificar para as quartas da Libertadores? Opine!

Nas três derrotas sofridas, o Palmeiras não foi às redes. Foi assim nos revezes para Libertad por 2 a 0 e Tigre e Sporting Cristal, ambos pelo placar de 1 a 0. Para piorar, o rival mexicano venceu todas as partidas que disputou em casa, quebrando, inclusive, uma invencibilidade de 16 partidas do Corinthians na Libertadores.

Leia mais: Torcedor irá escolher nome do novo estádio do Palmeiras por votação

Para se preparar para o confronto, Gilson Kleina comandou três treinamentos em campo sintético. Mesmo com o retrospecto ruim do Palmeiras fora nesta edição da Libertadores, técnico admite a importância do gol na casa do adversário no mata-mata.

"Empatar com gol conta muito, e o que mais vou querer é trazer a vantagem. O segundo jogo é importante se tiver vantagem. Temos que fazer a leitura rápida e entender que temos 180 minutos. O mata-mata da Champions serve de exemplo para nós. Vamos com esse foco", comentou Gilson Kleina.

Consciente da força do adversário no México, o treinador palmeirense alertou para os perigos do adversário e do gramado sintético. "O Tijuana fez a sua classificação principalmente em casa, com um campo sintético muito diferente do daqui".

A principal alteração é Kleber como referência na frente. Uma das poucas novidades possíveis, já que o Palmeiras ainda não poderá contar com Fernando Prass, Valdivia, Vilson, Patrick Vieira e Leandro Amaro, todos machucados.

FICHA TÉCNICA
TIJUANA X PALMEIRAS

Local: Estádio Caliente, em Tijuana, no México
Data: 30 de abril de 2013, terça-feira
Horário: 22h30 (de Brasília)
Árbitro: Martin Vázquez (URU)
Assistentes: Mauricio Espinosa e Mauricio Costa (URU)

PALMEIRAS: Bruno; Ayrton, Henrique, Maurício Ramos e Marcelo Oliveira; Márcio Araújo, Charles, Souza e Wesley; Vinicius e Kleber
Técnico: Gilson Kleina

TIJUANA: Saucedo; Nuñez, Aguilar, Gandolfi e Ábrego; Arce, Castillo, Fidel Martínez e Leandro; Riascos e Moreno
Técnico: Antonio Mohamed

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: palmeirastijuanagilson kleinaigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas