Derrotado por 4 a 1 no jogo de ida, na Alemanha, time de Cristiano Ronaldo e Mourinho precisa de virada por pelo menos três gols em casa

A primeira parte da missão ingrata dos espanhóis diante dos alemães terá lugar em Madri, mais precisamente no Santiago Bernabéu, nesta terça-feira, às 15h45 (de Brasília). Necessitando de uma atuação quase perfeita para se classificar à final da Liga dos Campeões, o Real Madrid recebe o Borussia Dortmund, que no jogo de ida, na Alemanha, conseguiu uma expressiva vitória:  4 a 1.

Com show de Lewandowski, Dortmund atropela Real Madrid e fica perto da final

"No futebol, tudo é possível. Em Dortmund fizemos tudo errado. Eu penso que no campo você também tem que saber desfrutar de uma situação difícil. Nenhum jogador pulou do barco, todos querem jogar, e isso me faz acreditar que é possível. É simplesmente futebol. Nada mais que futebol", declarou o José Mourinho, técnico da equipe espanhola.

Confira na galeria as imagens do jogo de ida entre Borussia Dortmund e Real Madrid:

Para chegar à final, o Real precisa vencer o Borussia por 3 a 0. Se tomar gol, a equipe merengue precisará vencer por quatro gols de diferença. Caso o time de Cristiano Ronaldo devolva os 4 a 1, a partida vai para a prorrogação.

"Antes da primeira partida, nós não poderíamos sequer imaginar que venceríamos o Real por 4 a 1. Sem dúvida é uma grande vantage, mas o time do Real tem muito potencial e, por isso, precisamos ficar em alerta", afirmou Jakub B?aszczykowski, meia do Borussia. Desapontado com a atuação da equipe em Dortmund, Mourinho estuda promover alterações na equipe titular para a partida desta terça. Certo é que o craque português Cristiano Ronaldo, que, por um desconforto na coxa, desfalcou o Real na vitória sobre o rival Atlético de Madri, no último sábado, treinou normalmente nesta segunda-feira, e está confirmado.

"Em Dortmund, os onze (titulares) eram óbvios. Não havia dúvidas, com exceção do Di María. Amanhã (terça-feira) é diferente. Podemos jogar com alguém que normalmente não joga, talvez com outro sistema. Por isso não vou dizer nada" disse um misterioso Mourinho, que confirmou as ausências dos laterais Arbeloa e Marcelo, ainda se recuperando de lesão.

Pelo lado do Borussia, o treinador Jurgen Klopp tem apenas uma dúvida em relação ao time que mandará a campo. O lateral direito Lukasz Piszczek, com uma lesão na virilha, ainda não sabe se terá condições de jogo.

"Sabemos que amanhã teremos que lutar com todas as nossas forças. A ideia é sermos uma equipe compacta e atrevida. Vamos jogar com a humildade necessária contra o Real Madrid. Mas a única forma de alcançar um sonho é ser valente. Não há outra", declarou o treinador alemão.

O zagueiro Sergio Ramos, que ganhou a faixa de capitão com a saída de Casillas da equipe titular, diz que o principal fator para conseguir a classificação será a atitude. "Jogaremos nossas vidas. Os torcedores devem colocar fogo na partida desde o primeiro minuto. Estamos ansiosos pela revanche, motivados pelo grande entusiasmo que essa competição traz ao Real Madrid. Na partida de ida tiramos conclusões negativas. Queremos que o dia de amanhã (terça-feira) chegue logo", afirmou Ramos.

Será a quarta partida entre Real Madrid e Borussia nesta edição da Liga dos Campeões. Até aqui, os alemães permanecem invictos. Na primeira fase, a equipe aurinegra venceu por 2 a 1 em casa, e arrancou um empate por 2 a 2 no Bernabéu

FICHA TÉCNICA -  REAL MADRID X BORUSSIA DORTMUND

Local: Santiago Bernabéu, Madri (Espanha)
Data:  30 de abril de 2013, terça-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Howard Webb (Inglaterra)
Assistentes: Darren Cann e Michael Mullarkey (ambos da Inglaterra)

BORUSSIA DORTMUND: Weidenfeller; Piszczek, Subotic, Hummels e Schmelzer; Bender, Gundogan, Blaszczykowski, Gotze e Reus; Lewandowski
Técnico: Jurgen Klopp

REAL MADRID: Diego López; Essien, Sergio Ramos, Varane e Fabio Coentrão; Xabi Alonso, Modric, Di María, Ozil e Cristiano Ronaldo; Higuaín
Técnico: José Mourinho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.