Pato se diz feliz mesmo na reserva e promete agarrar oportunidades

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Atacante marcou belo gol na goleada do Corinthians sobre a Ponte Preta, mas ainda não conseguiu se firmar como titular do time

Contratação mais cara da história do futebol brasileiro, Alexandre Pato ainda não conseguiu se firmar como titular do Corinthians. Mas não está incomodado com a reserva. Após a goleada por 4 a 0 sobre a Ponte Preta, que classificou o seu time às semifinais do Campeonato Paulista, o astro voltou a se dizer contente no clube do Parque São Jorge.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Veja fotos da carreira de Pato:

Pato fez seu primeiro jogo pelo Corinthians em fevereiro, contra Oeste, e marcou gol. Foto: Daniel Augusto Jr/Agência CorinthiansPato lamenta gol perdido no empate contra o Botafogo de Ribeirão Preto. Foto: Gazeta PressPato no Corinthians. Foto: Rodrigo Coca/Ag. CorinthiansPato será opção no banco. Paulinho começa o jogo. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansChicão, Pato, Alessandro, Cássio, Danilo Fernandes e Gil no avião que leva a delegação corintiana para Bogotá. Foto: Reprodução/InstagramAlexandre Pato celebra gol da virada do Corinthians. Foto: DJALMA VASSÃO / Gazeta PressDia da Síndrome de Down no Corinthians. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansPoupado por Tite, Pato acompanha jogo com a namorada Barbara Berlusconi. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressA bola passa por Pato dentro da área e o atacante lamenta. Foto: Miguel Schincariol/ Gazeta PressPato comemora o primeiro gol do Corinthians contra o Tijuana. Foto: Miguel Schincariol/ Gazeta PressPato está confiante para duelo contra o Tijuana. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansAlexandre Pato. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansPato é atendido depois de sentir dores no tornozelo. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansO médico e o fisioterapeuta do Corinthians analisam o tornozelo de Pato. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansEdu Dracena tenta parar Alexandre Pato durante o clássico no Morumbi. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansPato parte para cima de Léo durante clássico de Morumbi. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansParceiros de seleção nas Olimpíadas de 2012, Neymar e Pato se reencontraram no clássico entre Santos e Corinthians no Morumbi. Foto: Gazeta PressPato conduz a bola e é acompanhado por Edu Dracena. Foto: Gazeta PressPato posa para foto com Leandrinho, que trata de lesão no Corinthians. Foto: Daniel Augusto Jr./Agência CorinthiansAlexandre Pato comemora o segundo gol do Corinthians diante do Millonarios. Foto: APAlexandre Pato tenta driblar goleiro do Bragantino. Foto: Gazeta PressPato celebra gol em sua estreia pelo Corinthians. Foto: Gazeta PressAlexandre Pato treina forte para o Paulistão. Foto: Agência CorinthiansPato chegou ao Corinthians nesta temporada. Foto: Gazeta PressAlexandre Pato deixou o estilo adolescente e adotou cabelo mais maduro para jogar no Corinthians. Foto: MontagemFoto de ensaio feito pelo Corinthians com seu mais novo contratado: Alexandre Pato. Foto: Agência CorinthiansEsta foto deixa claro que o Corinthians também vai explorar o lado galã do jogador. Foto: Divulgação/CorinthiansAtacante assinou por quatro anos com o clube. Foto: Divulgação/CorinthiansO atacante vai vestir a camisa 7 do Corinthians. Foto: Divulgação/CorinthiansPato com máscara, que, segundo o clube, identifica os contaminados pela paixão. Foto: Divulgação/CorinthiansAlexandre Pato posa para o site do Corinthians. Foto: Reprodução/Site do CorinthiansAlexandre Pato apareceu para o futebol no Internacional em 2006, aos 17 anos. Foto: Divulgação/Site oficial do InterCom o clube gaúcho, Pato foi campeão do Mundial de Clubes da Fifa em 2006. Foto: AFPAtacante brasileiro chegou ao Milan em 2007. Foto: Getty ImagesMelhor desempenho de Pato no Milan foi na temporada 2008/09, quando fez 18 gols. Foto: AFPAlexandre Pato comemora gol pela seleção. Atacante disputou a Copa América de 2011. Foto: ReutersPato também fez parte da seleção na campanha nas Olimpíadas de Londres, que terminou com a medalha de prata. Foto: Mowa PressPato comemora com o zagueiro Thiago Silva gol do Milan. Foto: AFPPato desperdiça pênalti em jogo do Milan. Foto: Getty ImagesAlexandre Pato fez apenas 25 jogos nas últimas duas temporadas pelo Milan, tendo marcado seis gols. Foto: Getty ImagesMilan aceitou proposta do PSG por Pato no início de 2012, mas atacante não aceitou a transferência. Foto: Reuters

"Estou feliz", sorriu Alexandre Pato. "Venho trabalhando e respeito as decisão do professor. Vou aproveitar ao máximo as oportunidades que ele me dá", complementou o atacante.

Contra a Ponte Preta, Pato agarrou a sua chance: substituiu Romarinho e marcou um belo gol para fechar a vitória, após desperdiçar outros lances. "Vivo disso. Infelizmente, as duas primeiras bolas não entraram, mas fui feliz no final e consegui fazer o gol", comentou.

Tite também reparou nas chances de gol perdidas por Pato. "No jogo todo, quem mais teve oportunidades foi ele, que jogou 25 minutos e marcou no final", lembrou, sem deixar de ressaltar a qualidade de seu atacante. "Eu já tinha dito para o Douglas prestar atenção, pois o Pato é muito rápido e joga no limite do impedimento. Assim, era só dar cavadinha para deixá-lo na cara do gol."Pato não foi o único a merecer elogios pela atuação de domingo, no Moisés Lucarelli. Seus concorrentes de posição - Guerrero, Emerson e Romarinho - também marcaram gols. Segundo Tite, o bom momento do trio é a principal causa para o seu maior reforço para a temporada estar na reserva.

"A quantidade de opções que tenho é fundamental. A linha de três jogadores atrás do Guerrero, formada por Emerson, Danilo e Romarinho, me dá muita variáveis. São atletas com características diferentes, que podem mudar de função no decorrer das partidas", lembrou, contente com as alternativas ofensivas. "Para quem era retranqueiro, estou melhorando, né?", disse, rindo.

Pato compreende o bom humor de Tite. O atacante é mais um dos jogadores que valorizam o senso de justiça do treinador para definir a formação titular do Corinthians. Tanto é que não falou em individualidades diante da Ponte: "Eu sou eu mesmo. O que prevaleceu foi a nossa força coletiva. Conseguimos fazer 4 a 0, um grande resultado".

Leia tudo sobre: PatoCorinthiansigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas