Mourinho nega conversa com Klopp sobre futuro fora do Real Madrid

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Com contrato até 2016, treinador tem futuro incerto no clube espanhol. Além do Chelsea, ele foi especulado para comandar o Paris Saint-Germain a partir da próxima temporada

Jon Super/AP
José Mourinho está cotado para deixar Real Madrid ao fim desta temporada

Na última sexta-feira, o jornal alemão Bild afirmou que o treinador José Mourinho, do Real Madrid, revelou ao técnico Jurgen Klopp, do Borussia Dortmund, que assumiria o comando do Chelsea na próxima temporada. No entanto, o português mostrou insatisfação com o fato e desmentiu a informação divulgada pelo periódico europeu.

"Eu não falei com Klopp sobre meu futuro. Penso que o Borussia é um candidato para ganhar a Liga dos Campeões. Não é nenhuma surpresa o que está fazendo. Tem um grande treinador e boa estrutura para fazer seu trabalho. Tem uma equipe muito boa", disse.

Vinculado ao Real Madrid até 2016, Mourinho tem futuro incerto no clube espanhol. Além do Chelsea, o treinador foi especulado para comandar o Paris Saint-Germain a partir da próxima temporada. O clube francês, inclusive, perderia o técnico Carlo Ancelotti, que já teria acordo verbal para substituir o português no Real Madrid.

"Sobre os contatos com Ancelotti, é necessário perguntar aos dirigentes do time. Se não ganhar a Liga dos Campeões agora, já terei vencido um dia e agradeço a Deus por isso. Lutarei para triunfar pela terceira vez. Há treinadores que nunca ganharam nada", completou Mourinho, que venceu o torneio com Porto e Internazionale.

Derrotado por 4 a 1 no primeiro confronto com o Borussia Dortmund, o Real Madrid tenta recuperação nesta terça-feira, às 15h45 (de Brasília), no Santiago Bernabéu. O clube espanhol precisa triunfar por, no mínimo, 3 a 0 para garantir um lugar na final. Se o time alemão marcar um gol, os donos da casa precisarão balançar as redes cinco vezes. Qualquer empate classifica a equipe visitante. Em caso de vitória por 4 a 1 dos comandados de Mourinho, o jogo irá para prorrogação, com possibilidade de pênaltis.

"Vamos jogar para frente. Se fizermos 1 a 0, faltarão dois gols para avançarmos. Precisamos ir gol a gol, minuto a minuto até o último suspiro. Se jogarmos como em Dortmund, podemos perder, mas se atuarmos com espírito de equipe, tudo é possível. Jogamos como se fosse um amistoso na Alemanha", encerrou.

Leia tudo sobre: real madridjosé mourinhoespanhafutebol mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas