Treinador do Grêmio é punido por envolvimento em confusão na partida contra o Huachipato e só poderá voltar em eventual final da Libertadores

Vanderlei Luxemburgo, técnico do Grêmio
Lucas Uebel/Site oficial do Grêmio
Vanderlei Luxemburgo, técnico do Grêmio

Punido com seis jogos de suspensão por conta da confusão após o jogo entre Huachipato e Grêmio , no último dia 18, o técnico Vanderlei Luxemburgo concedeu entrevista coletiva na tarde desta segunda, em Porto Alegre. O comandante reclamou do julgamento feito pela Conmebol, considerou-o injusto e disse não entender porque sofreu a punição.

"Ainda não chegou nada oficial, mas é complicado entender. Eu só saí da confusão e tentei chegar ao vestiário, e só ri por ter que sair correndo. Peguei seis jogos por isso, um absurdo. Os caras tentaram me agredir e eu que sou punido?", questionou Luxemburgo.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com a punição, Luxemburgo não poderá comandar o Grêmio nas oitavas, quartas e semifinais da Libertadores, caso o time vá passando de fase. A decisão é em primeira instância, e o Tricolor deve recorrer. O auxiliar Émerson pegou oito jogos de punição, enquanto o zagueiro Grolli ficará de fora por cinco jogos.

Cris volta
Antes da coletiva, Luxemburgo comandou um treino com portões fechados no Estádio Olímpico. A novidade é o retorno do zagueiro Cris, que foi preservado do jogo de sábado, diante do Juventude, por sentir dores musculares. Ele deve formar a zaga com Bressan na quarta-feira, diante do Santa Fé, na Arena do Grêmio, pela ida das oitavas de final da Libertadores.

*com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.