Contra Volta Redonda, Flu tenta vaga na final e 'esquecer' Libertadores

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Abel aposta em uma equipe mais ofensiva e confirmou que o setor ofensivo será formado por Rhayner, Wellington Nem e Rafael Sóbis

De olho nas oitavas de final da Libertadores, o Fluminense entra em campo neste domingo para encarar o Volta Redonda, no Raulino de Oliveira, pela semifinal da Taça Rio. Os tricolores buscam uma vaga para a final do segundo turno antes do duelo contra o Emelec-EQU, pela competição sul-americana. Mesmo garantindo o foco no Estadual, o técnico Abel Braga só vai colocar em campo os jogadores que estão bem fisicamente.

Leia mais: Botafogo goleia Volta Redonda e e vai para a final da Taça Rio

A prova de que a Libertadores é a prioridade foi o veto ao zagueiro Gum, que após a partida contra o Caracas-VEN não atuou contra o Bangu e só voltou a treinar esta semana. O treinador preferiu escalar o jovem Digão para ser o companheiro de Leandro Euzébio contra o Volta Redonda.

"Gum jogou na última quinta-feira e depois perdeu alguns treinamentos. Nesta sexta ele voltou a trabalhar, mas ainda assim  está fora. Tanto que Digão participou do treinamento de bolas paradas", diz Abel.

Sobre a escalação, o técnico aposta em uma equipe mais ofensiva e confirmou que o setor ofensivo será formado por Rhayner, Wellington Nem e Rafael Sóbis, com Wagner sendo o homem de armação das jogadas. Para esta partida, o Fluminense não poderá contar com Deco e Fred, que estão se recuperando de lesão. Já Thiago Neves não treinou normalmente neste sábado e virou dúvida, mas poderá ficar como opção no banco de reservas.

"São três jogadores rápidos. Perdemos um homem de referência, que, pelo nosso esquema de jogar, não é o ideal, só que ganhamos em velocidade. Tivemos de fazer pela necessidade. Tinha formado um ataque com Thiago Neves, Nem e Fred. Mas o Rafael Sobis está indo bem por ali, está marcando gols", declara.Já Leandro Euzébio rechaçou que os tricolores vão entrar em campo pensando na Libertadores e adiantou que o elenco foi cobrado por Abel Braga para buscar o título da Taça Rio, além da classificação contra o Emelec.

"O professor já nos cobrou. Ele quer o título e a vitória contra o Emelec, deixou isso bem claro. Queremos esse título da Taça Rio. É importante para nós, levanta o ego. Temos que ganhar esse jogo contra uma equipe considerada pequena, pois, caso isso não aconteça, pode ficar um clima chato. Além de tudo, ainda nos dará moral para enfrentar o Emelec", comenta.

Pelo lado do Volta Redonda, o clima é um misto de alegria e apreensão. Após a classificação para as semifinais da Taça Rio, a equipe acabou sendo eliminada no meio de semana sendo goleada pelo Avaí, em Florianópolis. No entanto, o atacante Frontini descartou que o elenco tenha desanimado para o duelo contra o Fluminense no fim de semana.

"Ninguém no Volta Redonda está abalado. Se isso acontecer agora o campeonato acaba para nós já no domingo. Temos que superar e partir para o próximo compromisso de cabeça erguida. Nosso objetivo agora é chegar à final da Taça Rio e conquistar o título para nos garantirmos na Série D", destaca.

Para esta partida, o técnico Cairo Lima deve manter a base que vem sendo titular e acabou sendo derrotada pelo Avaí.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X VOLTA REDONDA

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 28 de abril de 2013, domingo
Hora: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Luiz Antônio Muniz de Oliveira e Michael Correia (ambos do RJ)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Digão, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean e Wágner; Rhayner, Wellington Nem e Rafael Sóbis
Técnico: Abel Braga

VOLTA REDONDA: Gatti; Lorran, Leonardo Luís, André Alves e Edu Bina; Bruno Barra, Fernando, Marcelo Régis e Rafael Granja; Léo Andrade e Frontini
Técnico: Cairo Lima

Leia tudo sobre: fluminensecampeonato cariocavolta redonda

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas