Mogi atropela Botafogo-SP e avança à semifinal do Paulista pela primeira vez

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Com três gols de Henrique, Mogi Mirim goleia por 6 a 0 e se classifica para encarar o Santos na próxima fase da competição

A primeira semifinal do Campeonato Paulista já está decidida. Neste sábado, o Mogi Mirim goleou o Botafogo-SP dentro de casa, por 6 a 0, e se classificou para próxima fase, na qual enfrentará o Santos. Será a primeira vez que o Sapão disputará um jogo de semifinal na primeira divisão do Estadual.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O Mogi foi superior durante a maior parte da partida e repetiu as boas atuações do primeiro turno, dando poucas chances para o adversário. A diferença entre as duas equipes aumentou ainda mais quando Cris foi expulso, deixando o Botafogo-SP com um jogador a menos. Henrique foi o destaque da partida, marcando três gols.

A semifinal contra o Santos está marcada para o próximo dia 5, também no Romildão, por conta da melhor campanha do Sapão em comparação à do Peixe até aqui.

O jogo

Fazendo jus à melhor campanha do primeiro turno e ao mando de campo, o Mogi foi superior durante boa parte da primeira etapa. Prova disso foi que aos nove minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro Tiago Alves subiu mais do que a marcação e abriu o placar para os anfitriões.

Se a técnica das duas equipes não era a melhor, vontade era o que não faltava em campo. Ambos os lados brigavam bastante pela bola e conseguiam levar certo perigo ao adversário. Aos 25, Zé Antônio cobrou falta por cima do gol e quase deixou tudo igual. Depois foi a vez de Wagner cobrar falta e mandar a bola no travessão, impedindo por pouco o Mogi de ampliar o placar. Nunes e Francis ameaçavam os anfitriões, que, mesmo assim, continuavam mais organizados em campo. No Botafogo-SP, o técnico Marcelo Veiga optou por tirar André e colocar Douglas. Ainda assim, o placar continuou favorável ao Sapão.

Na volta do intervalo, as emoções não diminuíram. Com 13 minutos, Cris fez falta forte dentro da área. O juiz não só marcou pênalti como expulsou o zagueiro do Botafogo-SP. Ronie foi para a cobrança, mas a bola explodiu na trave esquerda, levando ao delírio a torcida da Pantera. Delírio que durou alguns segundos, já que, na sequência, o próprio Ronie se redimiu, invadindo a área e tocando para Val, responsável por marcar o segundo.

A partir daí, a torcida do Mogi já provocava o adversário com o tradicional "olé", mal imaginando o que vinha pela frente. Aos 28 minutos, Magal cruzou da esquerda e Henrique, de primeira, fez um golaço, o terceiro dos anfitriões. Um minuto depois, mais um: Ronei, de cabeça. Já com a classificação inédita garantida, Henrique balançou as redes pela quinta vez, após girar em cima da marcação. Ainda deu tempo de Giovanni, depois de forte carrinho em Roger Gaúcho, tomar o cartão vermelho e deixar o Botafogo-SP com dois jogadores a menos.

Aos 44, mais de Henrique, após belo chute. Foi a senha para os torcedores do Sapão explodirem ainda mais de alegria com o resultado histórico e a classificação inédita, garantida com o apito final do juiz e os aplausos da arquibancada do Romildão.

A festa só foi manchada por uma confusão no final do jogo, que resultou na terceira expulsão do Botafogo-SP. O atacante Nunes foi quem recebeu o cartão vermelho, enquanto os jogadores da Pantera continuavam reclamando. Nada que tenha estragado de fato a alegria do Mogi.

*Com Gazeta

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas