Argentino voltou a atuar bem, marcou belo gol, mas viu seu time levar empate nos acréscimos. Com o resultado, o Barça não conseguirá o título antecipado nesta rodada

Goleado no meio de semana pelo Bayern de Munique, o Barcelona poderia superar o vexame na Liga dos Campeões comemorando o título espanhol por antecipação neste sábado, com uma combinação favorável de resultados. Mas nem sequer fez sua parte. Jogando no Estádio San Mamés, a equipe catalã saiu atrás e chegou a virar o placar, porém sofreu um gol no último minuto do tempo regulamentar e apenas empatou por 2 a 2 com o Athletic Bilbao.

Messi marca golaço para o Barcelona
Vincent West/ Reuters
Messi marca golaço para o Barcelona

O empate pode diminuir para 11 pontos a diferença ao segundo colocado Real Madrid, que joga ainda neste sábado, diante do Atlético de Madrid. A vantagem azul-grená na liderança da competição é considerável, porém, ao fim da rodada deste fim de semana, faltarão ainda cinco partidas em disputa.

No duelo entre Athletic e Barcelona, os donos da casa venciam até os 23 minutos do segundo tempo, quando Messi então mudou a partida. Pouco depois de deixar o banco de reservas, o melhor jogador do mundo igualou o marcador. Dois minutos mais tarde, deixou Alexis Sánchez em condições de colocar os visitantes em vantagem.

Não seria a primeira vez que o camisa 10 entra na etapa final para garantir três pontos ao Barcelona. Em Bilbao, ele, Iniesta e Villa haviam sido mais uma vez poupados no começo do jogo tendo em vista a segunda semifinal contra o Bayern - na quarta-feira, será preciso devolver, no mínimo, devolver a derrota por 4 a 0 para não ficar fora da decisão da Liga dos Campeões.

O problema é que, no último minuto do jogo, Ander Herrera aproveitou cruzamento vindo da esquerda e definiu o 2 a 2, findando o sonho de título antecipado. A história do empate havia começado bem antes, ainda no primeiro tempo, com gol de Susaeta, aos 27 minutos.

A alegria da torcida local no San Mamés diminuiu ao ver Xavi dar lugar a Messi, aos 13 minutos da segunda etapa. Não demorou muito para que o argentino provasse seu potencial. Aos 23, deixou três marcadores para trás, invadiu a área e tocou para a rede. Dois minutos depois, construiu a jogada que terminou em gol de Sánchez.

A virada faria com que o Barcelona torcesse de camarote por um tropeço do Real, que enfrenta o Atlético às 15 horas (de Brasília). Como ela não se concretizou, a conquista do campeonato pode se dar no fim de semana que vem, no Camp Nou, diante do Bétis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.