Assim, mesmo sem ter o Morumbi no Mundial, o São Paulo volta a fazer parte do torneio, desde que alguma delegação deseje utilizar suas instalações

Depois que o estádio do Morumbi foi excluído do cronograma para a Copa do Mundo de 2014, a diretoria do São Paulo decidiu que não teria mais qualquer relação com o evento, inclusive sem registrar seus centros de treinamentos na lista para receberem seleções. No entanto, o clube recuou em sua decisão.

Ingressos para jogo-teste do Maracanã estão sendo vendidos a R$ 50

Nesta sexta-feira, o assessor da presidência do clube, José Francisco Manssur, confirmou as inclusões do Centro de Treinamento da Barra Funda e também do Centro de Formação de Atletas de Cotia no cronograma para o evento de 2014.

Rogério Ceni treina no CT do São Paulo
Futura Press
Rogério Ceni treina no CT do São Paulo

Assim, mesmo sem ter o Morumbi no Mundial, o São Paulo volta a fazer parte do torneio, desde que alguma delegação deseje utilizar suas instalações. Agora, o Tricolor terá de diminuir a desvantagem de tempo em relação a outros clubes, que até já receberam visitas de dirigentes de seleções do exterior.

Valcke diz que excesso de democracia prejudica organização da Copa do Mundo

O anúncio de que o Morumbi havia sido excluído da Copa do Mundo foi feito pela Confederação Brasileira de Futebol no dia 16 de junho de 2010, durante a realização do evento na África do Sul.

Na época, o então presidente da CBF, Ricardo Teixeira, tinha relações cortadas com o mandatário são-paulino, Juvenal Juvêncio, mas a justificativa para a exclusão era a falta de adequação do estádio aos padrões da Fifa. Depois disso, a nova arena do Corinthians foi anunciada como o estádio representante da capital paulista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.