Toninho Cecílio não resiste a eliminações e é demitido no Paraná

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo a diretoria paranista, em nota oficial no site do clube, o pedido partiu do próprio treinador, que já havia reclamado da falta de interesse do clube em sua renovação

Divulgação
Toninho Cecílio não é mais técnico do Paraná

As eliminações no Campeonato Paranaense e na Copa do Brasil 2013, essa última decretada na quarta-feira após derrota em casa para o São Bernardo, ainda pela primeira fase da competição, começaram a causar mudanças no Paraná Clube. A primeira delas foi anunciada na manhã desta quinta-feira com a saída do técnico Toninho Cecílio.

Segundo a diretoria paranista, em nota oficial no site do clube, o pedido partiu do próprio treinador, que já havia reclamado da falta de interesse do Tricolor em sua renovação. O preparador físico Emerson Buck também desfalcará a comissão técnica, que de forma interina será comandada por Ednélson na última rodada do returno do Estadual, domingo, diante do Paranavaí.

Com 15 vitórias, 12 empates e 9 derrotas à frente do Paraná, Cecílio teve a dura missão de substituir o ídolo Ricardinho e de afastar o time da zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro 2012. Driblando os problemas financeiros do clube, conseguiu manter a base, apostando no entrosamento para a atual temporada, mas a equipe não embalou como o esperado, esgotando a paciência do torcedor.

Agora o desafio é escolher um novo treinador e buscar reforços para a Série B. A esperança está no aporte financeiro obtido pela venda da sede do Tarumã e a possível chegada de um patrocinador master.Os primeiros nomes especulados para o cargo de treinador pela imprensa local são de Dado Cavalcanti, do Mogi Mirim, e Nedo Xavier, que estava no Itumbiara.

Leia tudo sobre: paranátoninho cecílio

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas