TJD-MG decide que jogos de ida das semifinais do Mineiro serão no interior

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Villa Nova e Tombense são mandantes nos jogos de ida contra Cruzeiro e Atlético-MG e recebem os times da capital em seus estádios

Divulgação/Segov
Atlético e Cruzeiro terão que jogar no interior

A FMF (Federação Mineira de Futebol) já havia confirmado os jogos de ida da semifinal do Mineiro, para o estádio Independência, mas uma decisão do presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de Minas Gerais (TJD-MG), Guilherme Otávio Rodrigues, mudou a decisão da FMF. O TJD aceitou liminar do procurador-geral Antônio Augusto Mesquita Fonte Boa, que alegou que inverter o mando de campo é ilegal.

Villa Nova e Tombense são mandantes nos jogos de ida contra Cruzeiro e Atlético-MG, mas fizeram um acordo com os clubes da capital para jogarem no Independência, prevendo renda maior. De acordo com o entendimento de Fonte Boa, a inversão do mando de campo caracteriza infração ao regulamento do Mineiro.

"Os jogos deveriam ter sido marcados para Tombos e para Nova Lima. A não ser que haja algum recurso dos clubes ou até mesmo da Federação Mineira, Belo Horizonte não receberá jogos neste fim de semana", disse Fonte Boa, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Curiosamente, com a mesma alegação de Fonte Boa, a FMF não permitiu que o Villa Nova atuasse no Mineirão na partida contra o Cruzeiro pela fase de classificação do Estadual, mas aceitou que a inversão de mando de campo fosse realizada na semifinal.

Leia tudo sobre: Atlético-MGCruzeiro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas