Allianz Seguros fecha acordo para nomear o novo estádio do Palmeiras

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Na próxima segunda-feira, os detalhes do acordo serão divulgados durante o anúncio oficial do novo patrocínio

Divulgação
Arena Palestra será inaugurada em 2014

Acabou o mistério. A Allianz Seguros fechou contrato com a WTorre pelo naming rights (direito de usar o nome) do novo estádio do Palmeiras. Na próxima segunda-feira, os detalhes do acordo serão divulgados durante o anúncio oficial do novo patrocínio. Extraoficialmente, especula-se que  o contrato vai ter duração de 20 anos e a construtora responsável pela administração do estádio deve receber cerca de R$ 300 milhões.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Atualmente, a Allianz Seguros conta com quatro estádios nomeados com a sua marca: a Allianz Arena, na Alemanha, a Allianz Stadium, na Austrália, a Allianz Park, na Inglaterra, e a Allianz Riviera, na França. A princípio, o novo estádio do Palmeiras deve ser batizado como Allianz Palestra ou Allianz Arena.

Leia mais: Sem prometer nada, Palmeiras não quer contratar "só para Libertadores"

No momento, as obras no estádio estão paralisadas desde o último dia 15, quando o desabamento de parte da estrutura montada sobre as antigas arquibancadas do estádio matou um operário e feriu outro. No entanto, apesar da tragédia, o estádio deve ser inaugurado no começo de 2014.

A cobertura do estádio do Palmeiras deve ficar pronta em maio de 2013. Foto: DivulgaçãoCada treliça pesa cerca de 160 toneladas. Foto: DivulgaçãoA primeira treliça da cobertura da Arena Palestra foi instalada no dia 31 de outubro. Foto: DivulgaçãoEm meio à construção, misturam-se pedaços do passado e do futuro da equipe alviverde. Foto: Francisco De LaurentiisCom a construção das arquibancadas, Nova Arena do Palmeiras vai tomando forma. Foto: Francisco De LaurentiisA Nova Arena vista de cima. Empreendimento custou R$ 400 milhões à WTorre. Foto: Francisco De LaurentiisParte de trás da velha arquibancada, que não pode ser demolida. Novo setor será construído sobre ela. Foto: Francisco De LaurentiisDivisão do setor lateral, em "sanduíche": anel inferior, setor de camarotes e anel superior. Foto: Francisco De LaurentiisEssa será a visão de um dos camarotes localizados na parte lateral da Nova Arena. Foto: Francisco De LaurentiisVisão diagonal do ponto que abrigará camarotes na parte lateral do estádio, entre os anéis de cadeiras. Foto: Francisco De LaurentiisConstruções seguem em ritmo acelerado. Este setor tem em suas costas a famosa rua Turiassu. Foto: Francisco De LaurentiisNova Arena tem previsão de entrega para 2013. Foto: Francisco De LaurentiisVisão do "gramado": onde hoje só há terra, pedra, ferro e caminhões, em breve o Palmeiras irá enfrentar seus adversários. Foto: Francisco De LaurentiisO velho setor não pode ser demolido, mas novas arquibancadas serão construídas sobre ele . Foto: Francisco De LaurentiisCerca de 500 funcionários trabalham nas obras. Foto: Francisco De LaurentiisEm meio às novidades, o bom e velho tobogã da piscina, onde tantas bolas foram chutadas, segue marcando presença. Foto: Francisco De LaurentiisEm meio às máquinas e à "bagunça" da obra e, os escudos do Palestra Itália e do Palmeiras marcam presença: passado e futuro unidos. Foto: Francisco De Laurentiis


Leia tudo sobre: Palmeiras

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas