Seis anos antes de sair da fila de mais de duas décadas sem títulos, o Corinthians vestiu uma camisa predominantemente branca com algumas listras pretas na vertical

Graças a um pedido especial feito pelo presidente Mário Gobbi, o uniforme principal do Corinthians na próxima temporada será muito diferente do que a torcida está acostumada a ver. O mandatário alvinegro revelou ter tirado inspiração de um livro sobre a história corintiana assim que se deparou com os episódios vividos pelos meias Rivellino e Tião em 1971.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Seis anos antes de sair da fila de mais de duas décadas sem títulos, o Timão vestiu uma camisa predominantemente branca com algumas listras pretas na vertical. Na gola e nas barras das mangas, uma tarja preta com uma listra branca, detalhes vivos na memória de Gobbi, principalmente pelos jogadores que a vestiram.

“Fico arrepiado de imaginar o Corinthians com essa camisa. Ela é branca com listras negras, que não são finas. A gola é redonda e preta, com um fio branco. O calção é preto, mas tem um cordão branco, e as meias são brancas e zebradas com faixas pretas. Eu cresci vendo Tião e Rivellino no meio de campo. É uma homenagem a um dos maiores jogadores que eu vi na vida”, afirmou o dirigente, sem esconder a emoção.

Leia mais: Sheik é multado pelo TJD/SP por quebra de protocolo de doping

Atualmente, o uniforme principal do Corinthians é branco, tendo a barra das mangas e a gola polo na cor preta. O calção é preto, enquanto os meiões são brancos com detalhes em preto. Entre o escudo do Timão e a marca da fornecedora de material esportivo, o emblema da Fifa indica o posto de campeão mundial, algo que Gobbi quer manter no modelo de 2014.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.