Meia chileno não aparece na seleção e gera mal-estar com treinador

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

O pivô do problema é o meio-campista Charles Aránguiz, que, apesar de ter sido convocado, não se apresentou ao grupo do treinador Jorge Sampaoli

A comissão técnica da seleção chilena tenta resolver um mal-estar no elenco antes do amistoso contra o Brasil, que será disputado na quarta-feira, em Belo Horizonte. O pivô do problema é o meio-campista Charles Aránguiz, que, apesar de ter sido convocado, não se apresentou ao grupo do treinador Jorge Sampaoli.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O jogador defendeu a Universidad de Chile no sábado e deveria ter sido integrado ao elenco da seleção no domingo, mas não apareceu. De acordo com o jornal La Tercera, Sampaoli ficou bastante irritado com a situação e cogita até nunca mais convocar o jogador.

O treinador, inclusive, trabalhou com o meio-campista durante o período em que dirigiu a Universidad de Chile, mas não escapou da polêmica. O médico do clube, Fernando Radice, criticou Sampaoli, pois avisou que o jogador sofre um forte desgaste muscular.

E mais: Seleção brasileira se apresenta em Belo Horizonte para jogo contra o Chile

"Nós advertimos o corpo médico (da seleção) que o jogador está com uma sobrecarga. Por isso, esperávamos um critério maior, mas não houve", reclamou o médico, deixando claro que esperava a dispensa do atleta.

Radice ainda afirmou que Sampaoli conhece a disposição de Aránguiz em trabalhar, mas que o caso agora é físico. Sem o meio-campista, a delegação chilena embarcou para Belo Horizonte, onde enfrentará a equipe de Luiz Felipe Scolari no Mineirão.

Leia tudo sobre: chilefutebol mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas