Tamanho do texto

O plano do clube do Parque São Jorge é deixá-lo pronto para o confronto com o Boca Juniors, pelas oitavas de final da Copa Libertadores

Cássio deu nesta terça-feira mais um passo na recuperação de sua última lesão, uma fratura parcial no punho esquerdo. Com a região cicatrizada, o goleiro do Corinthians treinou com bola sob comando do preparador Mauri Costa Lima. Não foi uma atividade das mais pesadas, com muito impacto. O camisa 12 segurou algumas bolas atiradas por Mauri, que não chegou a exigir agilidade do titular. Foi um teste para avaliar se agarrar a bola lhe causaria dores.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores


Cássio não demonstrou grande incômodo, mas recebeu da comissão técnica a orientação de não ter pressa. Como relatou a reportagem na última segunda-feira, o Corinthians resolveu mudar sua linha de conduta com o atleta, deixando de lado a pressa.

Na avaliação do clube, apertar o passo no início do ano, quando o jogador tratava um problema crônico no ombro esquerdo, acabou contribuindo para as suas três lesões subsequentes. Por isso, ainda que exista uma chance pequena de ele enfrentar a Ponte Preta no domingo, o plano é deixá-lo pronto para o confronto com o Boca Juniors, na quarta-feira seguinte.

Leia mais: Gobbi pede ‘dieta da grama’ para time vencer Paulista e Libertadores

Se for seguido o ritmo esperado, Danilo Fernandes será o responsável pela meta corintiana nas quartas de final do Campeonato Paulista. Julio Cesar ficou para trás na hierarquia dos goleiros do clube, que tem ainda o promissor garoto Matheus Caldeira.