Reunião entre Jorginho e diretoria nesta semana pode definir futuro do Flamengo

Por O Dia |

compartilhe

Tamanho do texto

Treinador discutirá com Wallim Vasconcellos e Paulo Pelaipe contratações para a sequência da temporada, dispensas e a situação de Ibson, que deve sair

Fla Imagem
Jorginho, técnico do Flamengo

O Flamengo deixou para trás o fracasso no Campeonato Carioca e agora ergue a cabeça para o futuro. Nesta semana — a data não foi marcada —, o técnico Jorginho; o vice de futebol, Wallim Vasconcellos; e o diretor executivo, Paulo Pelaipe, vão se reunir para falar de reforços e saída de jogadores. Eles esperam ainda definir a situação de Ibson, que deve deixar o clube.

O que o Flamengo precisa para ficar mais forte na sequência da temporada? Comente

“Vou ter uma reunião nesta semana com o Jorginho e o Wallim para definir nomes. Na verdade nos falamos todo dia várias vezes. Passamos da primeira fase na Copa do Brasil, já sabemos o adversário, o Campinense, só falta saber o dia dos jogos: 1 e 8, ou 15 e 22 de maio”, disse Pelaipe, que espera a definição das datas para traçar o planejamento.

“Assim que tiver a programação de trabalho vamos definir a intertemporada. Vamos ter só os dois jogos (da Copa do Brasil) e o de estreia pelo Brasileiro contra o Santos, que esperamos que seja em Brasília, que o estádio fique pronto”, emendou o diretor, que afirmou ainda ser Pinheiral o local mais provável a ser escolhido pelo clube para o período de treinos fora do Rio.

Pelaipe elogiou a postura de Jorginho, classificado por ele como “competente, correto e transparente”. O diretor aprova o trabalho do treinador, há 34 dias no cargo, e promete reforçar o elenco.

Em relação ao caso Ibson, Pelaipe economiza nas palavras. Jorginho já disse que o jogador dificilmente continuará no clube por ser caro e estar atrás de Elias na briga por uma vaga no time. O diretor executivo espera encontrar uma solução o mais rápido possível.

“Nesta semana isso vai ser tratado com o vice-presidente (de futebol, Wallim), e nós vamos nos posicionar”, concluiu Pelaipe.

Leia tudo sobre: FlamengoJorginho

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas