Muricy pede clássico na Vila Belmiro e prega respeito ao Palmeiras

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Por conta de compromisso do Palmeiras na Libertadores, jogo deve ser no próximo sábado

Flickr/Santos F.C.
Muricy não quer jogo contra o Palmeiras fora da Vila

Com a vitória sobre a Penapolense, na tarde deste domingo, na Vila Belmiro, o Santos termine irou a primeira fase na terceira colocação e irá jogar contra o Palmeiras, nas quartas de final do Campeonato Paulista.

Deixe seu comentário para esta notícia

A tendência é que a partida seja disputada no próximo sábado, por conta da viagem do Verdão para o duelo com o Tijuana (México), no dia 30, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. O técnico do Peixe, Muricy Ramalho, falou sobre o local do confronto e espera que a direção do clube praiano confirme a realização do clássico na Vila.

"A Vila é o nosso campo, sempre muito difícil para o adversário. Na minha opinião, o jogo tem que ser aqui. Claro que os dirigentes podem ter outra ideia e nós respeitamos a estratégia do clube. Mas acredito que (o clássico) vai ser aqui", disse Muricy.

Sobre o adversário, o treinador santista demonstrou respeito ao Verdão. Para Muricy Ramalho, mesmo com a vantagem de atuar em casa, com o rival dividido entre a disputa do Paulistão e da Libertadores, o duelo deve ser complicado para o time alvinegro.

"Todos os jogos são complicados, as equipes estão jogando bem e não tem partida fácil. O Palmeiras viveu uma grande reformulação, depois da queda no Brasileiro (para a Série B), e demorou um pouco para engrenar, principalmente na Libertadores. Se trata de um time grande e nós temos que respeitar a camisa, os jogadores e o técnico que estão lá, trabalhando sério. O Palmeiras atravessa um bom momento", encerrou o comandante.

Leia tudo sobre: santosmuricy ramalhopalmeirasigsppaulistão 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas