Zagueiro do Inter vê como importante a chance de ser convocado apenas um ano antes da Copa do Mundo, e promete agarrar a oportunidade com unhas e dentes

Nesta sexta-feira, Rodrigo Moledo realizou um sonho. Aos 25 anos, o zagueiro trazido pelo Internacional em 2009 junto ao União Rondonópolis foi convocado para o lugar do palmeirense Henrique para o amistoso da próxima quarta-feira, contra o Chile, em Belo Horizonte. Uma emoção sem precedentes em sua carreira.

Rodrigo Moledo, zagueiro do Inter
Gazeta Press
Rodrigo Moledo, zagueiro do Inter

“Não tenho palavras para descrever a felicidade que estou sentindo. Batalhei muito para chegar até aqui. Foram anos de trabalho intenso, de partidas difíceis e de títulos importantes. Devo isso a todas as pessoas que acreditaram em mim e, em especial, ao meu filho e aos meus familiares, que são o meu suporte. Vestir a camisa da seleção brasileira é um sonho realizado pra mim”, comemora.

Moledo vê como importante a chance de ser convocado apenas um ano antes da Copa do Mundo, e promete agarrar a oportunidade com unhas e dentes: “Claro que, a um ano da Copa do Mundo, ser convocado é muito bom. Mas, como sempre foram as coisas na minha carreira, penso passo a passo. Quero poder treinar bem, mostrar meu trabalho para o professor Luiz Felipe (Scolari, técnico da Seleção) e, se tiver a chance, fazer dois bons jogos nestes amistosos. Esperei essa oportunidade e, agora que ela se tornou realidade, não vou desperdiçá-la”.

O zagueiro fez questão de agradecer ao Internacional, clube que apostou no seu futebol: “se cheguei à Seleção Brasileira, devo muito disso ao Inter. Todos no clube me acolheram desde o meu primeiro dia no Beira-Rio. Se hoje fui convocado, é pelo trabalho que desempenhei aqui no Internacional. E é assim que vai continuar sendo daqui para frente. Sei que, para ter novas chances na Seleção, preciso seguir batalhando pelas cores do colorado”, completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.