Tranquilo após garantir classificação antecipada às oitavas da Libertadores, time paulista tenta garantir decisão em casa nas oitavas

Após perder do Mirassol por 6 a 2, o Palmeiras tem nesta quinta-feira a chance de não só alcançar sua sexta vitória seguida, mas também cumprir sua reviravolta na temporada garantindo a liderança do grupo 2 da Libertadores. Para isso, porém, terá que escapar de uma 'armadilha': às 19h45 (de Brasília), no Peru, o adversário é o já eliminado Sporting Cristal.

Sem estrelas, Fluminense recebe o Caracas para avançar como líder

A partida é tão minimizada pelos peruanos que foi transferida ao estádio Miguel Grau, em Callao, porque a banda de rock britânica The Cure usou o estádio Nacional de Lima para seu show e o estádio Alberto Gallardo, nome de ex-atleta peruano que defendeu o Verdão, não tem luz.

Precisando de um empate, Grêmio vai ao Chile para se classificar às oitavas

O desafio dos comandados de Gilson Kleina é não achar que todas essas adversidades sejam facilidades, principalmente em relação ao seu rival. "Se pensarmos que vai ser muito fácil vencer só porque eles estão eliminados podemos nos complicar. Temos que respeitar o time deles, mas ir lá atrás da vitória", comentou Ronny.

Charles comemora com o técnico Gilson Kleina o gol que garantiu a classificação antecipada
Paulo Whitaker/Reuters
Charles comemora com o técnico Gilson Kleina o gol que garantiu a classificação antecipada

No domingo, o Palmeiras superou cenário parecido ao encarar o já rebaixado Guarani pelo Campeonato Paulista e vencer por 4 a 1. E nesta quinta-feira, no Peru, a equipe volta a atuar desfalcada não apenas por lesões, mas também por opção do treinador, que já pensa nas oitavas de final.

A classificação obtida por antecipação deu a Kleina a chance de poupar Henrique e Vinicius, que estão pendurados com dois amarelos e terão os cartões zerados na próxima fase. O técnico ainda não poderá contar com Wesley, suspenso por ter sido expulso na vitória sobre o Libertad, além de Valdivia, Kleber, Patrick Vieira, Leandro Amaro e Edilson, machucados, e André Luiz, Léo Gago, Rondinelly e Leandro, que não estão inscritos pelo clube na Libertadores.

A novidade entre os relacionados é Maikon Leite, de volta após 11 jogos fora por lesão no tornozelo direito. Mas o atacante fica no banco. Kleina continuará apostando em um 4-5-1 que varia do 4-2-3-1 para o 4-1-4-1 dependendo da posição de Charles ao longo do jogo. O lateral esquerdo Juninho continua como armador, agora ao lado de Ronny e Souza, com Caio como centroavante.

Basta ao time de Gilson Kleina vencer para garantir a liderança e a chance de jogar a segunda partida como mandante nas oitavas de final. Se perder, precisará torcer para os argentinos do Tigre, que visitarão o vice-líder Liberad no Paraguai, não superarem a diferença de quatro gols que têm no saldo. Pensando nisso, o Palmeiras espera superar a busca do Sporting Cristal por sua ‘honra’ no continente."Eles vão se doar ao máximo porque é o último jogo deles na Libertadores. Vai ser difícil. Temos que estar sempre preparados para não sermos surpreendidos. Só nós podemos fazer o jogo ficar fácil para sairmos de lá vitoriosos", discursou Vilson, que volta de suspensão e substitui Henrique na zaga - as outras novidades são Ronny no lugar de Wesley e Caio, recuperado de edema na coxa esquerda, na vaga de Vinicius.

Já o Sporting Cristal promete jogar completo diante de seus torcedores. Os únicos desfalques são Deyair Reyes, Nelinho Quina, Joarzinho Arroé e Marcos Delgado, todos machucados. Mas quem atuar terá que pensar inclusive no país ao entrar em campo.

"Essa é uma partida internacional, na qual representamos nossa instituição e o país. Por isso, precisamos ter muita responsabilidade", cobrou o técnico Roberto Mosquera, que já vê comandados entenderem o recado. "Não conseguimos nos classificar, o grupo está doído. Mas vamos ganhar pela torcida, que sempre nos apoiou", disse o meia Ross.

FICHA TÉCNICA -  SPORTING CRISTAL X PALMEIRAS

Local: estádio Miguel Grau, em Callao (Peru)
Data: 18 de abril de 2013, quinta-feira
Horário: 19h45 (de Brasília)
Árbitro: Enrique Osses (Chile)
Assistentes: Carlos Astroza e Sergio Román (ambos do Chile)

SPORTING CRISTAL: Penny; Valverde, Ayr, Revoredo e Uribe; Cazulo, Lobatón, Ross e Sheput; Ávila e Rengifo
Técnico: Roberto Mosquera

PALMEIRAS: Fernando Prass; Ayrton, Vilson, Mauricio Ramos e Marcelo Oliveira; Márcio Araújo, Charles, Ronny, Souza e Juninho; Caio
Técnico: Gilson Kleina

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.