São Paulo venceu o Atlético-MG por 2 a 0 em um Morumbi tomado por 50 mil torcedores e se classificou às oitavas de final da Libertadores

O técnico Ney Franco está euforico. Não é à toa. O São Paulo venceu o Atlético-MG por 2 a 0 em um Morumbi tomado por 50 mil torcedores e, graças à vitória do Arsenal sobre o The Strongest, garantiu sua vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores.

São Paulo atende a pedidos por raça, bate Atlético-MG e avança na Libertadores

“Estou eufórico. Vou comemorar com minha esposa hoje à noite, amanhã de manhã... Faz dois dias que a gente está concentrado..À tarde volta aos treinamentos”, disse o treinador, aos risos.

Ney Franco definiu a noite desta quarta-feira como perfeita, principalmente depois de toda a pressão sofrida pela equipe paulista. Um resultado que não fosse vitória eliminaria os são-paulinos da Libertadores ainda na fase de grupos.

Ceni elege Ganso o herói: “Agora entendo por que vale o que vale”

“A situação que a gente passou foi extremamente desconfortável. Fomos pressionados o tempo todo. E conseguir sair da pressao hoje, jogamos um bom futebol e dependendo de outro resultado, faz uma noite perfeita”, falou o técnico, que analisa a atuação diante dos mineiros como a melhor de sua equipe no ano.

Ceni exalta sacrifício na vitória e confirma aposentadoria para o fim do ano

“Além da entrega, a gente foi melhor técnica e taticamente. Mais equilibrado. A gente está na competição, estamos vivos. É um time credenciado a brigar pelo título”, completou Franco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.