Cruzeiro diz que Dedé terá que fazer cirurgia, mas sem urgência

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Mesmo sem ser apresentado oficialmente, o zagueiro que era do Vasco já passou por exames médicos no Rio de Janeiro

O zagueiro Dedé será apresentado como novo reforço do Cruzeiro na próxima sexta-feira, mas o jogador pode demorar a estrear com a camisa 26 da Raposa. Isso porque o atleta terá que passar por uma cirurgia para resolver um problema urinário. O medico do Cruzeiro, Sérgio Freire Júnior, explica que o problema não é serio, e que o tempo de inatividade é de cerca de duas a três semanas.

Dedé usa crise financeira do Vasco para justificar transferência ao Cruzeiro

"É só uma questão de trato urinário. Nada que venha a causar preocupação. Inclusive, fala-se que a recuperação desses casos gira em torno de duas, três semanas em média", disse Sérgio Freire em entrevista ao portal Super FC.

Dedé vestiu a camisa do Cruzeiro pela primeira vez num supermercado. Foto: Washington Alves/VIPCOMMDedé fala na sua apresentação ao Cruzeiro. Foto: Washington Alves/VIPCOMMDedé divulgou parceria do Cruzeiro com o "Movimento por um Futebol Melhor" em supermercado de BH. Foto: Washington Alves/VIPCOMMDedé foi apresentado num supermercado de Belo Horizonte. Foto: Washington Alves/VIPCOMMSite oficial do Cruzeiro homenageia a chegada de Dedé, que usará a camisa 26. Foto: Divulgação/CruzeiroDedé treinou normalmente no Vasco, após acertar sua saída para o Cruzeiro. Foto: André Mourão / Agência O DiaDedé e seus dois prêmios: Melhor zagueiro e Craque da Galera. Foto: AEDedé recebe de Tiago Leifert e Luciano Huck o prêmio de melhor zagueiro pela direita. Foto: Agência O GloboVasco faz homenagem ao zagueiro Dedé. Foto: DivulgaçãoSeedorf, do Botafogo, e Dedé, do Vasco, na final da Taça Guanabara. Foto: FERNANDO SOUTELLO / Agif/Gazeta PressDedé acerta cabeçada durante treino no Vasco. Foto: Carlos Moraes / Ag. O Dia Dedé marcou um dos gols do Vasco na vitória sobre o Resende. Foto: O DiaDedé ficará no Vasco. Foto: André Mourão / Agêndia O DiaDedé, zagueiro do Vasco. Foto: DivulgaçãoDedé mostra espinha. Foto: Reprodução/InstagramDedé em ação contra o Inter antes de se lesionar. Foto: DivulgaçãoDedé domina a bola em coletivo da seleção brasileira. Foto: Divulgação/CBFO zagueiro Dedé, do Vasco, chega à cidade argentina de Resistencia. Foto: Divulgação/CBFO zagueiro Dedé tenta testar a bola durante a primeira etapa. Foto: Mowa PressDedé testa a bola e afasta o perigo . Foto: Futura PressDedé, David Luiz e Marcelo posam no CT de Cotia. Foto: Rafael Ribeiro/ CBF - divulgaçãoDedé, do Vasco, briga pela bola com Jô, do Atlético-MG. Foto: Futura PressForlán disputa bola aérea em sua estreia pelo Inter, contra o Vasco. Foto: AEDedé treina sob a forte marcação de Alecsandro. Foto: Marcelo Sadio/VascoDedé almoça com os companheiros de Vasco na concentração. Foto: Site oficialO Vasco entro em campo com camisa homenageando Chico Anysio. Foto: AEDedé reclamou publicamente após os insultos racistas na partida contra o Libertad, no Paraguai. Foto: DivulgaçãoDedé é uma das armas do Vasco contra o Libertad. Foto: Site oficialDedé comemora o gol da virada do Vasco contra o Allianza Lima. Foto: Futura Press

Mesmo sem ser apresentado oficialmente, Dedé já passou por exames médicos no Rio de Janeiro. Sérgio Freire revela que o diretor de futebol, Alexandre Mattos, pediu que ele fosse ao Rio de Janeiro para verificar a situação clinica de Dedé, que segundo ele é bastante tranquila.

"Estive no Rio nesta semana a pedido do Alexandre Mattos. Como o Dedé estava com uma dificuldade de deslocamento a Belo Horizonte, o clube esquematizou a minha viagem. Fiz uma avaliação médica preliminar nele e conversei com o departamento do Vasco. Tudo ocorreu bem. É claro que, quando o jogador chegar, nós faremos testes mais precisos, como exames de sangue, cardiológicos. A data dessas avaliações ainda não está marcada. Esperamos a chegada do jogador", declarou.

Apesar de o médico cruzeirense afirmar que o problema urinário de Dedé é simples, o jogador já chegou a ficar fora da Seleção Brasileira por conta deste problema. "Ele teve um episódio na Seleção, que era uma questão urinária. Se comentou que ele iria precisar de um procedimento cirúrgico e vai mesmo. Mas de caráter eletivo, algo que dá para ser programado. Quem sabe no intervalo do Campeonato Brasileiro, ou no fim da temporada, Não é nada de urgência e nem que possa virar urgência", afirmou.

Leia tudo sobre: cruzeirodedé

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas