Camisa 8 participou do lance do segundo gol do São Paulo, marcado por Ademilson, e ajudou bastante defensivamente o time na vitória sobre o Atlético-MG

“O Ganso está de volta”. A afirmação é do próprio meia do São Paulo , que teve boa atuação na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG na última quarta-feira. O resultado classificou o time do Morumbi para as oitavas de final da Copa Libertadores. E o camisa 8 disse que finalmente reencontrou seu melhor futebol.

LEIA: Ceni elege Ganso o herói: "Agora entendo por que vale o que vale"

Sem Jadson, suspenso, sobrou para Ganso a missão de armar as jogadas ofensivas do São Paulo, que precisava bater os mineiros para avançar na disputa continental. Era sua chance de, enfim, começar a justificar os R$ 23 milhões investidos pelo clube paulista em sua contratação.

E o meia não decepcionou. Além de criar lances importantes, como o que terminou no segundo gol, marcado por Ademilson, o camisa 8 colaborou bastante defensivamente – foram, por exemplo, seis desarmes, seu recorde na Libertadores deste ano.

E TAMBÉM: Com Atlético-MG pela frente, São Paulo desafia tabu contra brasileiros

“É muito bom poder ajudar o São Paulo. Gosto de apertar na marcação para não deixar meus companheiros sobrecarregados. O Ganso está de volta”, falou o atleta em entrevista coletiva depois do treino de reapresentação nesta quinta.

Com a vaga, o São Paulo irá enfrentar novamente o Atlético-MG nas oitavas de final do torneio continental. A primeira partida, ainda sem data definida, será realizada no Morumbi. O estádio Independência receberá o duelo de volta.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.