O camisa 7 do Corinthians recebe cuidados especiais na preparação por causa de seu histórico de lesões

O atacante Alexandre Pato gravou entrevista no "Programa do Jô", da TV Globo , na tarde desta segunda-feira. Na conversa, o jogador do Corinthians apontou dificuldades pela dureza nos treinamentos, mas assegurou estar completamente adaptado ao clube.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O treino é muito pesado. As pessoas acham que jogar é fácil, mas você precisa se dedicar muito", afirmou o camisa 7, que recebe cuidados especiais na preparação por causa de seu histórico de lesões e ganha apoio dos companheiros. "Como eu já conhecia alguns jogadores, foi bem mais fácil do eu imaginava."

Pato não surpreendeu ao manifestar respeito às decisões de Tite, que o deixou no banco nos últimos jogos. E abordou outros assuntos, como a distância da namorada Barbara Berlusconi, dirigente do Milan e filha do dono do clube, o ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi.

Leia mais: Jornal gaúcho revela que Inter de Milão quer contratar o técnico Tite

"Ela está tranquila, gosta de vir ao Brasil. Até já diz algumas palavras em português", comentou o atacante, que evitou falar profundamente sobre o sogro. "Não tive muito contato com ele. Quando tive, ele foi simpático. Com o time do Milan ele é muito presente."Outro tema abordado pelo camisa 7 do Timão foram os primeiros passos no futebol. Ele recordou o tempo em que "roubava laranja e limão" dos pais para jogar e o momento em que deixou o Paraná para atuar na base do Internacional.

"Fui embora com 11 anos. Minha mãe chorava muito pela distância, perguntava se eu estava feliz. Até hoje ela sofre um pouco, pede que eu não desligue o telefone: 'Fala mais um pouco com a mãe'. Mas é tranquilo, estou feliz", contou Pato.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.