Ney Franco: "Prefiro ganhar o Paulista a parar na semifinal da Libertadores"

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Um dia antes de uma possível queda no torneio continental, o treinador do São Paulo disse que não trocaria o título estadual pela certeza da classificação

Há várias entrevistas, Ney Franco tem se defendido da má campanha na Copa Libertadores usando como argumento o ótimo desempenho no Campeonato Paulista, em que o São Paulo lidera com sobras. Nesta terça-feira, um dia antes de possível queda no torneio continental, o treinador disse que não trocaria o título estadual pela certeza da classificação.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Os técnicos Ney Franco e Tite conversam no intervalo do clássico. Foto: Fernando Dantas/Gazeta PressNey Franco, técnico do São Paulo. Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.netRoni comemora com Ney Franco seu primeiro gol pelo São Paulo. Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.netNey Franco comanda o São Paulo diante do The Strongest na Libertadores. Foto: Juan Karita/APNey Franco conversa com os jogadores do São Paulo durante treino no CFA de Cotia. Foto: Site Oficial/saopaulofc.netNey Franco em entrevista coletiva no CT do São Paulo. Foto: Site oficial/SPFCNey Franco: técnico orienta o São Paulo durante o jogo. Foto: APNey Franco conversa com Ganso durante partida do Paulistão. Foto: Divulgação/spfc.netPara técnico Ney Franco, Wellington deu sustentação ao São paulo. Foto: Gazeta PressO técnico Ney Franco acredita que os problemas no elenco do São paulo foram resolvidos. Foto: Djalma Vassão/Gazeta PressNey Franco. Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

"Trocaria título por título. Prefiro o título paulista do que chegar a uma semifinal da Libertadores e perder. Então, se fosse trocar titulo por titulo, eu trocaria título por título", disse, na véspera do confronto com o Atlético-MG, no Morumbi.

Para conquistar a vaga nas oitavas de final da Libertadores, o São Paulo precisa derrotar a equipe mineira e torcer por empate ou derrota do segundo colocado The Strongest para o Arsenal, em partida que será disputada simultaneamente, às 22 horas (de Brasília) desta quarta-feira. Se os argentinos vencerem, será preciso ainda sustentar a atual vantagem no saldo de gols.

Leia mais: Após tricampeonato, São Paulo coleciona vexames na Libertadores

"O princípio básico é fazer nosso dever de casa, jogar bem. A gente depende de outro resultado, porque nos colocamos nessa situação desconfortável, mas a única coisa que podemos fazer é vencer o jogo. E a equipe está mobilizada para isso", falou o técnico.

Já no Paulista, a situação é bem diferente. Mesmo tendo usado reservas em diversas partidas, o time assegurou a melhor campanha da primeira fase com duas rodadas de antecedência e, portanto, terá vantagem de decidir todo o mata-mata como mandante se continuar avançando. Segundo a diretoria, o comando ainda será de Ney Franco. Todos no clube garantem que, independentemente do resultado desta quarta-feira, o treinador não corre risco de demissão.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas