Dia do padroeiro do clube, em 23 de abril, terá celebração especial no Parque São Jorge

São Jorge é o padroeiro do Corinthians
Reprodução
São Jorge é o padroeiro do Corinthians

Estão em fase final os preparativos do Corinthians para a festa de louvor a São Jorge. Como ocorre anualmente no clube, está marcada uma celebração para o dia do padroeiro, 23 de abril, quarta-feira da próxima semana.

Deixe seu comentário para esta notícia

O tradicional evento, que conta com a participação da comunidade do Tatuapé desde o ano passado, vem sendo organizado pelo departamento social e pelo departamento feminino. Maiores detalhes serão divulgados nos próximos dias.

Leia também: Pato aponta dificuldade em treinos, mas diz estar bem adaptado

A 18ª edição da festa terá uma missa celebrada por Dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo de São Paulo. Corintiano, o cardeal tem ligação importante com São Jorge, pois procurou o Papa Paulo VI, em 1969, para "salvar" o santo guerreiro.

Naquele ano, o papa promoveu algumas mudanças na Igreja Católica e, em episódio que ficou conhecido como "cassação de santos", reordenou o calendário litúrgico, excluindo o padroeiro corintiano. Graças à intercessão de Dom Paulo Evaristo Arns, o papa fez São Jorge voltar à lista. "Não podemos prejudicar a Inglaterra nem o Corinthians", disse Paulo VI, lembrando que o guerreiro da Capadócia é também patrono dos ingleses.

De acordo com o Corinthians a festa da próxima semana terá uma imagem do santo esculpida em madeira. Ela foi preparada na Capadócia - região da Turquia em que, acredita-se, nasceu Jorge - e recebeu a bênção do Papa João Paulo II.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.