Com Avaí de olho, Figueirense e Criciúma duelam pela liderança

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

O Avaí soma 13 e visitará o Metropolitano também de olho na ponta da tabela

O segundo turno do Campeonato Catarinense poderá ter um novo líder a partir deste domingo. Atual primeiro colocado, com 14 pontos, o Criciúma será ultrapassado pelo Figueirense, que tem 12, se perder para o concorrente no Orlando Scarpelli. O Avaí soma 13 e visitará o Metropolitano também de olho na ponta da tabela.

Os jogadores do Criciúma, no entanto, não acreditam em uma mudança na classificação. O único time de Santa Catarina na Série A do Campeonato Brasileiro não perde no Estadual há seis rodadas e está cada vez mais adaptado ao comando de Vadão. “Só precisei de um dia para conhecer os meus companheiros. Esperamos que as vitórias continuem o ano todo”, comentou o volante Elton.

O discurso de Elton será colocado à prova em breve por uma dupla de ex-palmeirenses, o meia-atacante Daniel Carvalho e o zagueiro Thiago Heleno, que estão em processo de recondicionamento físico antes da estreia. Para este domingo, o Criciúma voltará a contar com Amaral, livre de suspensão, no lugar de Ewerthon Páscoa. A baixa da vez é o lateral Sueliton, suspenso.

Pelo Figueirense, o clima também é de otimismo depois da goleada por 4 a 1 sobre a Desportiva Ferroviária-ES, suficiente para eliminar o jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil. Mesmo assim, o técnico Adilson Batista ficou atento à oscilação que percebeu em sua equipe durante a partida.

“Devemos jogar com mais equilíbrio, organização e postura. Temos uma série de coisas para corrigir no dia a dia. Ainda não sei o motivo de termos primeiros tempos tão ruins, melhorando depois do intervalo. Quero achar a solução”, disse o comandante do Figueirense, preocupado em não ver as mesmas falhas diante do Criciúma.

Já o Avaí nem sequer saiu com um resultado positivo da rodada inicial da Copa do Brasil. A equipe liderada por Ricardinho perdeu por 1 a 0 para o Volta Redonda, no Rio de Janeiro, e diminuiu a sua confiança para enfrentar o Metropolitano, que contabiliza 9 pontos ganhos no Campeonato Catarinense.

Em Blumenau, ao menos Ricardinho terá os retornos de Eduardo Costa e Marquinhos, poupados do confronto com o Volta Redonda. Para Ricardinho, o tropeço no Rio de Janeiro serviu também para o Avaí não relaxar, como poderia ter ocorrido depois da vitória por 2 a 1 no clássico com o Figueirense.

Leia tudo sobre: AvaíFigueirenseCriciúma

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas