Antes do apito inicial, torcedores já desconfiam do Fla-Flu deste domingo

Por Bernardo Besouchet - iG Rio de Janeiro | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Volta Redonda sediará seu segundo clássico entre as equipes da história. O primeiro foi em 2005 e o jogo terminou empatado em 2 a 2

Divulgação
Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda

Entre os quase 400 jogos que Flamengo e Fluminense disputaram um contra o outro, muitos jogadores já entraram para história dos clubes por atuações antológicas, gols marcantes e títulos conquistados. Só que, desta vez, o Fla-Flu deste domingo, chama a atenção pelo avesso de toda tradição que este confronto representa.

Mais uma vez, meia Ibson fica fora da relação do Flamengo

Desta vez, fatores não faltam para que os torcedores estejam desinteressados pelo jogo. A começar pelo palco em que será realizada a partida. Com o Maracanã em fase final de obras e Engenhão interditado, quem quiser acompanhar o clássico terá de ir até Volta Redonda, cidade localizada no sul do estado fluminense cerca de 1h30 de distância da capital, para acompanhar a partida.

Além disso, a péssima fase que atravessa o Flamengo dentro de campo, já eliminado no Campeonato Carioca deste ano, faz com que sua torcida dê de ombros para o confronto.

Abel Braga faz mistério e esconde time do clássico com o Flamengo

“Já disputei Fla-Flus em vários estádios e com público de todos os tamanhos, mas esse jogo mereceria ser sempre no Maracanã e lotado. Espero ter essa alegria de volta em breve. É mágico!”, afirmou Renato Abreu, jogador que já disputou 160 jogos com a camisa do Flamengo.

Somado a isso, do lado dos tricolores, o sonho pela conquista da Copa Libertadores da América, faz com que as atenções estejam voltadas quase que exclusivamente para o jogo de quinta-feira diante do Caracas, equipe venezuelana que virá ao Rio de Janeiro em busca da classificação para as oitavas de final, fato que resultaria na eliminação tricolor.

Divulgação
Wellington Nem aposta na história, mas Fla-Flu não deverá contar com grande apoio dos torcedores

Ao tentar fazer um contraponto e responder ao desinteresse dos torcedores perante esse Fla-Flu, a resposta de Wellington Nem se apega ao apelo do passado. Até porque, obviamente, as razões do presente não ajudam.

“Fla-Flu é um jogo histórico, de rivalidade e marcado por grandes jogos. A vontade de vencer o Fla-Flu independe da maneira como o estádio estará”, garante o atacante tricolor que deve retornar ao time após se recuperar de lesão em seu joelho esquerdo.

O Clássico das Multidões, como Nelson Rodrigues apelidou o Fla-Flu, e que não honrará seu apelido, acontece no domingo, às 18h30 (de Brasília), no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Leia tudo sobre: FlamengoFluminenseVolta RedondaRaulino de Oliveira

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas