Campeões mundiais de 1958, 62 e 70 começam a receber prêmio por conquista

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Premiação está prevista na Lei Geral da Copa e contemplará 51 jogadores ou sucessores legais, em caso de morte

Agência Brasil

A partir de segunda-feira (15), 51 jogadores campeões mundiais nas copas de 1958 (Suécia), 1962 (Chile) e 1970 (México) ou seus sucessores legais, no caso de morte, vão receber R$ 100 mil do Ministério do Esporte, segundo informou o site do órgão. A premiação está prevista na Lei Geral da Copa, sancionada em junho do ano passado.

Você acha que os campeões das Copas do Mundo merecem a premiação do governo? Opine

De acordo com a pasta, a ordem bancária já foi emitida e o dinheiro estará disponível a partir de segunda-feira nas contas dos campeões. Somente o ex-atacante Tostão recusou o prêmio. Da lista total, 15 jogadores já morreram.

Veja também: Ministro garante "desfecho favorável" para impasse em estádio do Corinthians

A lei estabelece que “os sucessores previstos na lei civil, indicados em alvará judicial expedido a requerimento dos interessados, independentemente de inventário ou arrolamento, poderão se habilitar para receber os valores proporcionais à sua cota-parte”.

Leia tudo sobre: Seleção brasileiraCopa 58Copa 62Copa 70TostãoCopa 2014

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas