Grêmio e Fluminense empatam e ficam a um ponto da vaga no Grupo 8

Por Gazeta |

Texto

Com um a menos após a expulsão de Cris, gaúchos seguraram a pressão diante dos cariocas

Edu Andrade / Fatopress/Gazeta Press
Cris foi expulso ainda no primeiro tempo

Mesmo com os desfalques de Fred, Deco, Thiago Neves e Wellington Nem, o Fluminense obteve um bom resultado na noite desta quarta-feira. Jogando na Arena do Grêmio, o time de Abel Braga ficou no 0 a 0 com o Tricolor Gaúcho e manteve a liderança do Grupo 8 da Copa Libertadores. O resultado também não desagradou ao Grêmio, que perdeu o zagueiro Cris, expulso, no final do primeiro tempo.

A partida foi extremamente disputada e truncada. No primeiro tempo, quase não houve chances de gol. O jogo mudou de figura no momento em que o Grêmio se viu com dez homens no fim da etapa inicial, quando Cris agrediu Sobis e foi expulso. Com superioridade numérica, o Fluminense dominou amplamente o segundo tempo, buscando a classificação antecipada, mas o Grêmio soube se segurar e evitar a derrota em casa.

Apesar de perder pontos em casa, o Grêmio precisa apenas de um empate diante do Huachipato, no dia 18, fora de casa, para obter a classificação às oitavas de final. Os gaúchos dividem a liderança do Grupo 8 com os chilenos, com 7 pontos, mas têm saldo superior. O Flu, com 8 pontos, precisa igualmente só empatar com o Caracas (que tem 6) no Rio para seguir adiante.

Cris foi expulso ainda no primeiro tempo. Foto: Edu Andrade / Fatopress/Gazeta PressGuerrero chuta de esquerda e amplia para o Corinthians no Pacaembu. Foto: Andre Penner/APPaulinho passa pela marcação de boliviano. Foto: Paulo Whitaker/ReutersDanilo disputa bola no alto com goleiro no Pacaembu. Foto: Andre Penner/APRomarinho comemora gol do Corinthians contra o San Jose. Foto: Andre Penner/APCris cabeceia a bola no empate entre Grêmio e Fluminense. Foto: Stringer/ReutersVargas disputa bola com Leandro Euzébio na Arena Grêmio. Foto: Stringer/Reuters

O jogo - Apesar de ter teoricamente três atacantes, o que sugere uma formação ofensiva, o Fluminense marcou muito o Grêmio. O primeiro tempo foi extremamente truncado. O time gaúcho só chegou com perigo duas vezes, aos 25 minutos. Fernando cobrou falta, Werley desviou de cabeça e Diego Cavalieri tirou de soco. Na sobra, Barcos chutou cruzado e o goleiro do Flu defendeu.

O Fluminense começou a controlar as ações do jogo a partir dos 30 minutos. Aos 35, chegou com imenso perigo: em falta levantada para a área, Gum cabeceou, Dida deu rebote e Carlinhos perdeu na pequena área. A partir deste lance, o Flu passou a trocar passes no campo gremista e enervar o time gaúcho e a torcida. Aos 44, o zagueiro Cris perdeu a cabeça e acertou Rafael Sobis por trás na linha lateral, levando vermelho direto do árbitro Ricardo Marques Ribeiro.

Luxemburgo recompôs o Grêmio com Bressan no lugar de Marco Antônio e aproveitou o intervalo também para sacar Vargas e colocar Kleber. Mas, com dificuldade de manter a posse da bola com dez homens, o time gaúcho se viu dominado nos primeiros minutos.

Aos 10 minutos, Rafael Sobis perdeu chance sozinho na pequena área, após falha de Dida em chute de Rhayner. O Flu também teve um gol mal anulado aos 19, quando Rhayner se antecipou a Dida e marcou, mas o bandeira assinalou impedimento equivocadamente. Luxa então retirou Barcos e pôs Adriano aos 22, fechando de vez o Grêmio.

O time gaúcho reequilibrou o jogo na base da raça e do apoio da torcida, mas o Flu seguia mais perigoso. Aos 30, Rhayner ganhou duas divididas e chutou no cantinho, mas fez Dida fez milagre. O Grêmio respondeu com uma sequência de escanteios aos 37, mas a defesa carioca foi soberana no jogo aéreo. Aos 40, Fernando cobrou falta buscando o ângulo, mas a bola saiu tirando tinta do poste direito de Cavalieri.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 0 x 0 FLUMINENSE

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre
Data: 10 de abril de 2013, quarta-feira
Horário: 22h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Brasil)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil e Fábio Pereira (ambos brasileiros)
Cartão amarelo: André Santos e Zé Roberto (Grêmio); Bruno e Rhayner (Fluminense)
Cartão vermelho: Cris (Grêmio)

GRÊMIO: Dida; Pará, Cris, Werley e André Santos; Fernando, Souza, Marco Antônio (Bressan) e Zé Roberto; Vargas (Kleber) e Barcos (Adriano).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean e Wagner; Rhayner (Monzón), Michael (Samuel) e Rafael Sobis (Felipe).
Técnico: Abel Braga

Leia tudo sobre: grêmiofluminenselibertadores 2013
Texto

notícias relacionadas