Volante conta com apoio da torcida para superar Libertad, pela quinta rodada da Libertadores, no Pacaembu. Time deverá entrar no 3-5-2

O Palmeiras terá na próxima quinta-feira mais uma decisão na Copa Libertadores. Diante do paraguaio Libertad, o time precisa da vitória em casa para seguir em boas condições de se classificar. E, apesar se confiante, o volante Souza, reconhece que as chances palmeirenses são maiores na vontade do que na qualidade do time.

LEIA: Palmeiras anuncia que ingressos para jogo contra Libertad estão esgotados

“A confiança é grande. São três vitórias, ganhamos da Ponte, que estava invicta. Chegamos com confiança para jogar, com o apoio da torcida. Vai ser mais fácil na vontade, que será muito maior que a qualidade mesmo”, afirmou Souza.

Para enfrentar o Libertad, líder do Grupo 2, o Palmeiras irá se precaver. Mesmo jogando em casa, o técnico Gilson Kleina ensaiou a equipe no 3-5-2, apostando em Marcelo Oliveira novamente improvisado na defesa e Juninho na ala esquerda.

E TAMBÉM: Kleina treina com três zagueiros e varia tática com Kleber e Wesley

“O Marcelo joga com o Juninho mais adiantado porque o lado direito do Libertad é muito forte. Procuramos fechar aquele espaço para anular esse ponto forte deles”, explicou o camisa 8.

Na segunda rodada, fora de casa, o Palmeiras perdeu por 2 a 0 para o clube paraguaio. Mas Souza disse acreditar que as coisas serão diferentes no Pacaembu.

“É um rival difícil, lá não jogamos bem, nos perdemos em campo. Mas estamos preparados, sabemos como é jogar contra eles e estamos em casa. Vamos fazer de tudo para ser diferente”, falou o volante.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.