Sem se concentrarem por atrasos, jogadores do Botafogo exaltam vaga

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Diretoria do Botafogo está devendo o salário de fevereiro e direitos de imagem de outros meses aos atletas do time

Bruno Turano/Gazeta Press
Jogadores do Botafogo comemoram gol na vitória por 3 a 1 sobre o Friburguense

Em seus últimos jogos realizados na cidade do Rio de Janeiro, o grupo de jogadores do Botafogo não tem realizado o período de concentração que antecede partidas, por conta de atrasos nos salários. Nesta quarta não diferente, os comandados de Oswaldo de Oliveira venceram o Friburguense por 3 a 1, atingiram sua sétima vitória consecutiva e concretizaram a conquista de uma vaga nas semifinais da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Mesmo com a garantia de vaga na decisão do Estadual por conta do triunfo na Taça Guanabara, a diretoria do Botafogo está devendo os salários do mês de fevereiro, além de outros valores referentes a direitos de imagem dos dois primeiros meses de 2013. Oswaldo de Oliveira preferiu não comentar o assunto: "Esse grupo é bom, a equipe é boa. Outros assuntos têm que ser digeridos pelo clube. Eu falo de futebol e estou satisfeito com o que foi feito até agora".

Leia mais: Botafogo vence Friburguense e se classifica na Taça Rio

Entre os jogadores que se manifestaram na saída do gramado de Moça Bonita, o assunto não foi abordado, mas a polêmica expulsão de Seedorf contra o Madureira foi relembrada pelo holandês, titular nos 90 minutos diante do Friburguense por ter sido absolvido no início da semana: "O que saiu no julgamento era uma coisa normal. O juiz fez seu trabalho, mas estou mais feliz que pudemos acabar com essa história para pensar em jogar bola e vencemos".

A respeito da atuação do Botafogo na vitória por 3 a 1, o destaque voltou a ser do zagueiro Bolívar, que marcou seu quinto gol no Campeonato Carioca e abriu espaço para a vitória logo aos 14 minutos do primeiro tempo: "O ritmo tem sido muito forte, estamos tentando fazer o melhor, mas vamos ter tranquilidade e paciência agora. Temos como objetivo conseguir a primeira colocação geral da Taça Rio e, para cumprir esse objetivo, temos duas partidas difíceis".

"A verdade é que tivemos um erro no gol do Friburguense, e tivemos até sorte em outro lance, porque a bola bateu na trave. Não podemos deixar isso acontecer, temos que ter atenção para que a gente não tome gols e continue fazendo. Foi um primeiro tempo muito corrido, mas fomos bem, o importante é a classificação", criticou o volante Marcelo Mattos, consciente da necessidade de manter o espírito para as rodadas finais.

Leia tudo sobre: BotafogoOswaldo de Oliveirataça rio 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas