Time sofreu sua primeira derrota no Campeonato Paulista no último final de semana, para o Palmeiras, por 2 a 1

Depois de ser derrotada pela primeira vez em 17 partidas no Campeonato Paulista, a Ponte Preta ganhou folga na segunda-feira, realizou atividade regenerativa na terça e retornou aos trabalhos com bola na manhã desta quarta, no CT do Jardim Eulina. Além das atividades com reservas na terça-feira, o departamento de futebol reuniu todos os jogadores do elenco, inclusive o lesionado Ferrugem, para uma foto oficial da temporada.

Comissão técnica e diretoria também participaram da sessão de fotos que se tornou evento oficial em Campinas e consagrou a invencibilidade de 16 partidas assegurada no início do Estadual. Se somadas as duas rodadas finais do Brasileiro de 2012 e a estreia da Copa do Brasil, a marca atingiu 19 partidas. "É legal ver que a Ponte valoriza essa marca, isso é bom para o atleta. Estamos sonhando com o titulo, mas temos que ir aos poucos", comentou o lateral direito Artur.

Depois da quebra de sua invencibilidade diante do Palmeiras, a Macaca volta a campo no domingo, às 18h30 (de Brasília), para receber o Mirassol no estádio Moisés Lucarelli. Garantido na segunda fase da Copa do Brasil ao eliminar o Itabaiana no jogo de ida, a Ponte ainda é vice-líder do Campeonato Paulista com 34 pontos, quatro a menos que o São Paulo. O time volta aos treinos nesta quinta, à tarde, já com sua estratégia definida.

"Sempre conversamos após os jogos, independentemente do resultado. Vínhamos de uma boa sequência, mas sabíamos que uma hora iríamos perder. Foi bom que a derrota veio agora, quando temos tempo de corrigir. Sabemos onde erramos, estamos cientes disso, e vamos buscar o resultado contra o Mirassol", garantiu Artur, aguardando só o rival das quartas de final do Estadual.

Também nesta quarta-feira, a Ponte Preta concluiu os empréstimos do goleiro Lucão e do atacante Luizinho para o Desportivo de Ribeirão, clube português com o qual os brasileiros têm parceria. Os dois são destaques das categorias de base e devem permanecer emprestados até o fim do ano. Entre os profissionais, o TJD-SP marcou para segunda-feira a data de julgamento do zagueiro Cléber, expulso diante do Palmeiras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.