"Vai ser difícil torcer pelo Tigre, que bate que só uma p...", diz Souza

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Volante do Palmeiras diz que vai torcer pela vitória do rival argentino diante do Sporting Cristal, para beneficiar o time paulista na Libertadores

Se o Tigre vencer o Sporting Cristal nesta terça-feira, na Buenos Aires, bastará ao Palmeiras derrotar o Libertad na quinta-feira, no Pacaembu, para se classificar com antecipação para as oitavas de final da Libertadores. Por isso, Souza vai torcer pelos argentinos nesta noite. Mas ainda com ressalvas pelas pancadas que recebeu na semana passada.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

"Ah, vou assistir, né? Mas é difícil torcer por um time argentino, ainda mais pelo Tigre, que bate que só uma p...", sorriu, soltando um palavrão, o meio-campista que participou integralmente da vitória por 2 a 0 sobre o atual vice-campeão da Copa Sul-americana, no Pacaembu, na última terça-feira - e levou entradas duras, como seus colegas.

Leia mais: Kleina treina com três zagueiros e varia tática com Kleber e Wesley

Apesar das lembranças da violência argentina, o volante chegou a se animar em conversas informais dizendo que colocaria a camisa que trocou com jogadores do Tigre enquanto acompanhar o jogo pela televisão, talvez comendo pipoca. "Espero que o Tigre ganhe para fazermos nosso papel em casa e nos classificarmos logo", reiterou.

Souza é um dos jogadores que têm plena ciência da importância de uma vitória argentina nesta terça-feira diante dos peruanos. Um dos primeiro deles foi Fernando Prass, que, antes mesmo de triunfar sobre o Tigre, apontou que duas vitórias no Pacaembu deixariam o Verdão com nove pontos. Se o Tigre vencer, chega a seis e mantém o Sporting Cristal com cinco, enquanto o Libertad teria oito.

Como Libertad e Tigre se enfrentam na última rodada, nenhum deles ultrapassaria o Palmeiras, que encerrará sua participação na fase de grupos da Libertadores em visita ao Sporting Cristal, no Peru, em jogo que pode garantir a liderança da chave aos comandados de Gilson Kleina.

Mas a prioridade no clube ainda é pensar só em fazer a lição de casa diante do Libertad, independentemente do que ocorrer entre Tigre e Sporting Cristal nesta noite. "Deixo na mão do Senhor. Estou focado na nossa vitória, é muito mais importante fazer a nossa parte. Por isso não vou torcer, vou só me concentrar na nossa vitória. quinta-feira será o grande dia e o torcedor vai nos ajudar", projetou Wendel.

"Estamos muito focados no nosso jogo. De nada adianta qualquer resultado se não conseguirmos nosso resultado na quinta-feira. Se fizermos nosso papel, já daremos um passo muito importante. É focar no nosso jogo unicamente, deixar nas mãos de Deus e ver se sorte nos ajuda, já que ela está virando aos pouquinhos", afirmou Tiago Real.

Leia tudo sobre: souzapalmeirasigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas