Equipe de José Mourinho fez 3 a 0 na Espanha e tem vaga encaminhada para as semifinais da Liga dos Campeões

Após conquistar só a segunda colocação no grupo da morte e sofrer para eliminar o Manchester United na abertura da fase de mata-mata, o Real Madrid não teve maiores problemas no primeiro jogo das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa, quando recebeu o Galatasaray e aplicou 3 a 0 em Santiago Bernabéu, na semana passada. Nesta terça-feira, às 15h45 (de Brasília), os turcos põem em jogo seu último fôlego na tentativa de uma zebra que evite a terceira semifinal consecutiva do time espanhol.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Higuaín fez o terceiro gol do Real Madrid na vitória sobre o Galatasaray
Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images
Higuaín fez o terceiro gol do Real Madrid na vitória sobre o Galatasaray

Contratado logo após o desastre da eliminação nas oitavas de final da Liga dos Campeões de 2009/2010, diante do Lyon, o técnico José Mourinho atingiu duas vezes as semifinais: em 2010/2011 foi eliminado pelo campeão Barcelona e, na temporada seguinte, caiu para o Bayern de Munique, que acabou perdendo o título para o Chelsea. Com o futuro em xeque no Real Madrid, o comandante português prefere não dar a nova vaga na fase semifinal como certa.

"A mensagem que passei é que teremos uma partida essencial, por isso mandei exibir o vídeo de um time que venceu o jogo de ida por 3 a 0 e depois perdeu por 3 a 0, foi eliminado. Nós estamos nos preparando com seriedade e eu me surpreenderia se meu time jogasse de forma diferente, comentou Mourinho antes da partida, para ainda completar: "Não acho que precise ganhar a Liga dos Campeões para ficar no cargo".

No jogo de ida, pela primeira vez sem o sufoco das fases anteriores, o time merengue inaugurou sua vantagem logo aos oito minutos do primeiro tempo, com um golaço por cobertura de Cristiano Ronaldo, que se tornou artilheiro da competição. Benzema e Higuaín completaram o placar a favor do Real Madrid, que só foi ameaçado em campo pelos chutes de fora da área de Felipe Melo e enquanto durou a energia do marfinense Didier Drogba, campeão da Champions na última vez em que Mourinho atingiu as semifinais.Para a partida de volta, que será realizada no estádio Ali Sami Yen, em Istambul, o Real Madrid conta com os desfalques do zagueiro Pepe, que sentiu dores musculares após a goleada sobre o Levante, e Sérgio Ramos, suspenso. Por opção de Mourinho, o zagueiro português Ricardo Carvalho e o meio-campista brasileiro Kaká não foram relacionados para a viagem à Turquia.

Já o Galatasaray, que encara o Real Madrid para lutar contra a iminente eliminação, também terá um desfalque importante: Burak Yilmaz, artilheiro da equipe na Liga dos Campeões da Europa, está suspenso por acúmulo de cartões e não fica à disposição do técnico Fatih Terin. Com Sneijder em má fase, o marfinense Didier Drogba passa a ser a única esperança a equipe que busca um milagre diante do poderoso oponente espanhol.

"A goleada foi mais por falta de experiência do que por qualquer outra coisa. É uma equipe muito jovem e há algumas coisas a serem melhoradas, então acaba sendo uma boa lição. No jogo de volta temos que demonstrar aquilo que aprendemos", falou Drogba, atual campeão da Champions e ainda com o sabor da conquista pelo Chelsea: "Encontrei um clube ambicioso, com um grande projeto. Quero continuar fazendo parte desta aventura, deste desafio".

Com a vaga encaminhada, o Real Madrid pode perder por até gols de diferença que, mesmo assim, garante sua terceira semifinal consecutiva.

FICHA TÉCNICA
GALATASARAY x REAL MADRID

Local : estádio Ali Sami Yen, em Istambul, Turquia
Data : 9 de março de 2013, terça-feira
Horário : 15h45 (de Brasília)
Árbitro : Stéphane Lannoy (França)
Assistentes : Frédéric Cano e Michael Annonier (ambos da França)

GALATASARAY : Muslera; Eboue, Semih, Nounkeu e Riera; Altintop, Felipe Melo, Selcuk Inan e Sneijder; Drogba e Bulut
Técnico : Fatih Terin

REAL MADRID : Diego Lopez; Essien, Varane, Arbeloa e Fabio Coentrao; Khedira, Xabi Alonso, Di Maria, Ozil e Cristiano Ronaldo; Benzema
Técnico : José Mourinho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.