Fonte Nova, estádio de Salvador na Copa 2014, terá seu primeiro jogo oficial neste domingo

Governador Jaques Wagner, discursa antes da partida entre Bahia e Vitória
Ag. BAPRESS / Divulgação
Governador Jaques Wagner, discursa antes da partida entre Bahia e Vitória

O governador Jaques Wagner chegou à Arena Fonte Nova cerca de duas horas antes do clássico soteropolitano que marcará a inauguração do estádio, neste domingo. E fez média com o público baiano. Torcedor declarado do Bahia, ele espera que o jogo com o Vitória termine empatado.

Rivais se unem na Fonte Nova antes do clássico Ba-Vi na reabertura do estádio

"Sou Bahia, mas hoje quero o empate. Torço para que tudo corra bem e para que tenhamos um empate com muitos gols", sorriu Jaques Wagner, em meio a um discurso inflamado. "É emocionante viver esse momento após uma tomada de decisão difícil, quando implodimos a querida e antiga Fonte Nova para construir aqui, 62 anos depois do primeiro estádio, um novo templo para a paixão pelo futebol, mais moderno e preparado para grandes espetáculos. Não tenho dúvidas de que a torcida baiana chegará junto, merecendo uma casa desse nível."

O governador ainda aproveitou o momento festivo para rebater quem o criticou após o trágico desabamento da antiga Fonte Nova, que culminou com sete mortes. "A gente refez o estádio de Pituaçu em tempo recorde depois disso. Algumas pessoas que têm a crítica fácil na boca disseram que era muito caro, que estava demorando. Agora, o Engenhão, que custou oito vezes mais, vai precisar de reformas estruturais. E não vi ninguém falar nada", desabafou, adiantando que pretende transformar Pituaçu em um centro olímpico. "Não posso dar um prazo para isso. Estamos estudando."

O processo de reconstrução da Fonte Nova também enfrentou dificuldades. "Isso aqui era um peru de Natal, que cai do prato apertado quando a gente enche de farofa. As outras arenas da Copa do Mundo têm um terreno imenso, ao contrário da nossa. Mas decidimos fazer aqui para não abandonar o centro histórico e ganhamos um dos melhores estádios do Brasil", disse Jaques Wagner.

Ajustes ainda são necessários na Arena Fonte Nova, como o próprio governador reconheceu. "O Ba-Vi será o nosso primeiro teste, o primeiro grande jogo. É natural que tenhamos que alterar algumas coisas. Quando você compra um apartamento novo, daqui a pouco também precisa trocar uma lâmpada, ajustar uma torneira. Mas temos profissionais da mais alta qualidade e o suporte da Amsterdã Arena para chegar à excelência de operação já durante a Copa das Confederações", garantiu o tricolor - e político - Jaques Wagner.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.