Apesar de lesões, Tite vê sucesso em rodízio do Corinthians

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Técnico acredita que os números de contusões poderiam ser piores, mas admitiu que vem encontrando dificuldades para encaixar a equipe

Tite tem sido repetitivo até para os seus padrões ao lamentar os problemas físicos do Corinthians neste ano. Segundo o treinador, voltar mais tarde das férias por causa da conquista do Mundial teve o seu preço pago nas dificuldades encontradas pela equipe alvinegra.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Tite, técnico do Corinthians

Mesmo promovendo um rodízio frequente de jogadores, não foi possível evitar lesões. No momento, Cássio, Danilo Fernandes, Igor, Renato Augusto e Douglas estão machucados. Chicão, Paulo André, Paulinho, Jorge Henrique, Emerson, Pato e Guerrero já tiveram algum tipo de lesão.

Leia mais: Cheio de desfalques, Corinthians pega o São Bernardo para ainda sonhar com G4

Mesmo assim, o treinador considera o rodízio um sucesso. "Deu certo! Imagina se tivéssemos machucado mais gente. Tu minimizas essas questões com a forma com que trabalhamos", afirmou o gaúcho, que só terá três titulares na partida deste domingo, contra o São Bernardo.

Os problemas físicos e a troca constante de jogadores, na visão do técnico, atrapalharam o encaixe do time. Mesmo assim, ele faz uma avaliação positiva do desempenho registrado até aqui, com vaga encaminhada na próxima fase do Campeonato Paulista e matematicamente assegurada nos mata-matas da Copa Libertadores."Fizemos grandes jogos. Pegando a Libertadores, por exemplo, fomos muito bem contra o Tijuana, a mesma coisa contra o Millonarios. No Paulista, foi mais oscilante, por todas as razões que vocês já se cansaram de ouvir de mim. Mas a equipe está mantendo o nível na Libertadores", comentou Tite.

O treinador lembrou que o Corinthians venceu seis de suas últimas oito partidas e não perde há um mês. Ele está mais satisfeito com a consistência defensiva, que apresentou problemas no início da temporada e viu evolução nas finalizações. Para ele, até pelas lesões de Renato Augusto e Douglas, só o padrão na criação das jogadas ainda está um pouco atrás.

Leia tudo sobre: TiteCorinthiansigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas