Em Catanduva, equipe de Péricles Chamusca fez 2 a 1 e iniciou bem no grupo 3

Péricles Chamusca, técnico da Portuguesa
Divulgação/Portuguesa
Péricles Chamusca, técnico da Portuguesa

A Portuguesa começou bem sua luta para retornar à elite do futebol de São Paulo. Jogando fora de casa, encarou o Catanduvense no estádio Silvio Salles, saiu atrás no placar, mas venceu por 2 a 1 para estrear com o pé direito no grupo 3 da fase semifinal da Série A2 do Campeonato Paulista.

Deixe seu comentário para esta notícia

Nesta fase, os oito melhores times da primeira parte do campeonato foram divididos em dois grupos de quatro equipes. As equipes se enfrentam em jogos de ida e volta dentro de seus grupos e os dois primeiros de cada um sobem para a Série A1 do Paulistão em 2014.  

Com a segunda melhor campanha da primeira fase, a Portuguesa partiu para cima desde o apito inicial do árbitro e sufocou os donos da casa. A forte defesa montada por Luciano Dias funcionava bem e ainda permitia ao Bruxo chegar com perigo nos contra-ataques.

O panorama da etapa complementar começou completamente diferente, com os mandantes mais agressivos. A mudança de postura foi premiada e, logo aos nove minutos, a torcida local comemorou a abertura do placar. O centroavante Renatinho recebeu na grande área, bateu de primeira e estufou as redes do goleiro Glédson.

Um minuto depois, no entanto, a Lusa mostrou sua força e buscou o empate em lance inusitado. A zaga da equipe de Catanduva vacilou e o xerife Valdomiro mandou para o gol vazio. Novamente na base da pressão, o time treinado por Péricles Chamusca retomou o controle da partida e teve o esforço recompensado.

Já na reta final da partida, aos 31 minutos, Ivan tabelou com o lateral direito Luís Ricardo pela ponta e descolou cruzamento na pequena área. O centroavante argentino Flecha Arraya mostrou oportunismo e mandou de pé direito para deixar o goleiro Zandoná batido.

Com três pontos conquistados na estreia, a Portuguesa agora volta as atenções ao rival da segunda rodada. Às 20h30 de quarta-feira, a Lusa recebe o Capivariano no estádio do Canindé. No dia anterior, também às 20h30, é a vez do Catanduvense tentar se recuperar diante do Comercial, em Ribeirão Preto, no estádio Palma Travassos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.