Gramado de amistoso da seleção na Bolívia vem sendo castigado pela chuva

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Seleção enfrenta bolivianos no sábado à tarde e pode sofrer com gramado em mau estado

AE
Neymar e Pato jogarão juntos neste sábado

O gramado do Estádio Ramon Aguilera Costas, mais conhecido como Tahuichi, vem sofrendo com o clima instável que domina a região de Santa Cruz de la Sierra nos últimos dias. Há intervalos de chuva e tempo seco na cidade que receberá o amistoso entre Bolívia e Brasil desde quarta-feira.

Leia também: Antes de embarcar, Neymar se anima por voltar a jogar com Pato

Pela quantidade de chuva que caiu nos últimos dias, o estado do gramado era razoável. Em alguns pontos, no entanto, havia barro. A superfície não é das melhores e tem diferentes qualidades de grama.

Enquanto algumas pessoas usavam a pista de atletismo que circunda o gramado, funcionários faziam os últimos ajustes para o amistoso, programado para as 16h30 (de Brasília) deste sábado. Algumas pequenas reformas dentro dos dois vestiários ainda não haviam sido concluídas.A chegada da Seleção comandada pelo técnico Luiz Felipe Scolari a Santa Cruz está prevista para a noite desta sexta-feira. Integrada apenas por jogadores que atuam no futebol brasileiro, a equipe tem como destaques o meia Ronaldinho Gaúcho e os atacantes Alexandre Pato e Neymar.

A Federação Boliviana de Futebol (FBF) deve doar parte da renda aos campeões do Sul-americano de 1963, maior título da história do futebol do país, e à família de Kevin Beltrán Espada, atingido por um sinalizador de forma fatal no jogo entre San José e Corinthians, pela Copa Libertadores.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas