Presidenta quebrou o protocolo e descalça deu o primeiro chute no gramado do novo estádio de Salvador. A Fonte Nova receberá jogos da Copa das Confederações em junho

Mais um estádio que receberá da Copa do Mundo de 2014 foi inaugurado. Nesta sexta-feira, a Arena Fonte Nova, foi a terceira sede da competição foi aberta com a presença de Dilma Rousseff.

Vídeo: Conheça detalhes da nova Fonte Nova

Ao lado do governador da Bahia, Jaques Wagner, a presidenta da República chegou a tirar os sapatos para dar a pontapé inicial da arena. A cerimônia incluiu outros convidados, como o prefeito de Salvador, ACM Neto, e o ministro do esporte, Aldo Rebelo.

Leia também: Em artigo, Valcke cobra COL e diz que Fifa não aceitará mais atrasos

Presente também nas inaugurações do Mineirão, em Belo Horizonte, e do Castelão, em Fortaleza, se emocionou ao discursar após cumprimentar os operários da obra. A presidente citou o orgulho para definir o sentimento na abertura do estádio.

“Essa construção é única e mostra, sem dúvida, o espírito e a criatividade do povo dessa terra. A palavra é orgulho. Como presidente, dá orgulho olhar para esse estádio e ver que estamos superando as expectativas. Somos o país conhecido como insuperável no gramado e estamos mostrando que também somos insuperáveis fora dele”, afirmou.

Inaugurado pela primeira vez em 28 de janeiro de 1951 e implodido em 29 de agosto de 2010, o antigo estádio Octávio Mangabeira contou com cerca de 10 mil trabalhadores para uma modernização feita em cerca de dois anos e meio visando a Copa do Mundo de 2014.

A Arena Fonte Nova vai receber três jogos da Copa das Confederações, Brasil e Itália, Uruguai e Nigéria e a disputa do 3º lugar além de seis partidas da Copa do Mundo. O primeiro jogo do reformado estádio será disputado no domingo, às 16 horas (de Brasília), no clássico Ba-Vi entre Bahia e Vitória.

*com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.