Time concorda com Souza e também vê Palmeiras campeão da Libertadores

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Jogadores nem cogitam que alguém seja poupado se o time disputar paralelamente as fases finais da Libertadores e do Campeonato Paulista

O desafio imposto por Gilson Kleina e os líderes do elenco é conter a empolgação pela convincente atuação na vitória por 2 a 0 sobre o Tigre, na terça-feira. Mas está impossível segurar, ao menos, o espírito de vencedor que os atletas dizem ter incorporado. E as palavras de Souza ganham eco: o Palmeiras se imagina campeão da Libertadores.

"O sonho de todos os atletas é disputar a Libertadores e ser campeão. E temos que sonhar mesmo. Trabalhamos para isso", concordou Ayrton, contagiado exatamente pelo jogo de terça-feira. "Com essa vontade que tivemos contra o Tigre, se impusermos o mesmo ritmo em campo, vai ser duro ganhar de nós. Então, temos que sonhar com o campeonato."

Mesmo Marcelo Oliveira, mais contido, vê razão nas palavras do volante. "O Souza falou isso com espírito vencedor, acreditando no trabalho que vem sendo feito. Ninguém entra no campeonato pensando em perder. Claro que dificuldade vai ter, mas temos que ir trabalhando", indicou o volante.

A ideia de Marcelo Oliveira, já uma voz ativa de liderança no grupo, é mostrar, porém, que não há facilidade. "Para ser campeão, é degrau por degrau, é muito difícil. Mas estamos no caminho certo. Dúvidas as pessoas têm sobre nós, ouvimos muito isso, mas cada um confia no seu trabalho, sei que estamos no caminho certo. Vamos ver até onde vai chegar."

Mas a empolgação, contudo, está clara. Tanto que os jogadores nem cogitam que alguém seja poupado se o time disputar paralelamente as fases finais da Libertadores e do Campeonato Paulista. A busca do clube será pelos dois títulos. "Quando afunilar, vai ser cada vez mais superação para poder ajudar a equipe", previu Ayrton.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas