Sub-17 do Brasil domina Chile e vence na estreia do Sul-Americano na Argentina

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Equipe do técnico Alexandre Gallo fez 1 a 0 com gol de Kenedy, do Fluminense

Divulgação/CBF
Time sub-17 do Brasil

Depois do fracasso no Sul-Americano sub-20, quando foi eliminada na primeira fase, a Seleção Brasileira sub-17 iniciou, nesta quarta-feira, a disputa da competição continental da categoria, na tentativa de apagar a má atuação de uma equipe de base da CBF. Diante do Chile, no Estádio Malvinas Argentinas, em Mendoza, os jovens brasileiros não decepcionaram, dominaram o jogo durante o tempo todo e venceram na estreia por 1 a 0, com gol de Kenedy, atacante do Fluminense.

Deixe seu comentário para esta notícia

O Sul-Americano sub-17 garante vaga no Mundial da categoria para os quatro primeiros colocados, sendo assim, o triunfo na primeira rodada foi um passo importante para a classificação ao Hexagonal Final, no qual serão definidos os representantes do continente. Ao lado de Chile, Bolívia, Peru e Uruguai, no Grupo B, os garotos brasileiros têm a missão de ficar entre os primeiros colocados para avançar à próxima fase, onde se juntarão às seleções do Grupo A, formado por Argentina, Equador, Paraguai, Venezuela e Colômbia.

O jogo- Diante de um estádio vazio, os jovens da Seleção Brasileira, treinador por Alexandre Gallo, ex-Náutico, iniciaram a partida adotando uma postura ofensiva. Bem colocado taticamente, o Brasil teve a primeira oportunidade logo aos sete minutos do primeiro tempo, quando o atacante Kenedy tabelou com Mosquito e mandou no lado de fora da rede.

Na segunda chance, porém, o jogador da base do Fluminense não desperdiçou. Aos 24 minutos, Abner fez boa jogada pela esquerda, limpou a marcação e mandou para a área. A zaga do Chile tentou afastar, mas a bola sobrou para Kenedy, dentro da área. O atacante brasileiro mostrou tranquilidade, bateu colocado no canto direito do goleiro chileno e fez o primeiro gol da Seleção na competição.

Ainda na etapa inicial, o Brasil quase ampliou o marcador depois de um bom chute de Gustavo. Aos 34 minutos, o garoto aproveitou o rebote após uma cobrança de escanteio, emendou para o gol e a bola passou muito perto da trave chilena.

Na volta do intervalo, a Seleção Brasileira não demorou a criar mais uma chance de fazer o gol. Aos quatro minutos da etapa complementar, Mosquito recebeu bom passe do atacante Kenedy, bateu cruzado para o gol e arqueiro Vargas fez boa defesa. Com o domínio do jogo, os garotos brasileiros não permitiram uma pressão adversária e administraram o resultado até o final do jogo.

A chance mais clara do Chile no duelo aconteceu apenas aos31 minutos da segunda etapa, depois de um erro individual no setor ofensivo. Abner saiu jogando mal e a bola ficou com o atacante Ortega. O atacante aproveitou o vacilo e tentou mandar de longe, a bola passou bem perto da trave e assustou a equipe brasileira.

Anfitriã, Argentina decepciona logo na estreia- Assim como o Brasil, a Seleção sub-20 da Argentina não fez uma boa campanha no Sul-Americano e foi eliminada ainda na primeira fase. Nesta quarta-feira, mais uma vez em casa, a categoria sub-17 não conseguiu apagar o vexame dos mais velhos e foi derrotada na estreia para o Equador, por 2 a 0, no Estádio Juan Gilberto Funes.

Sem se importar com a torcida local, a seleção equatoriana conseguiu abrir o placar aos 43 minutos do primeiro tempo, com Valencia. Logo no início da etapa complementar, aos cinco minutos, os visitantes fecharam o marcador com Leandro Veja, garantindo o primeiro lugar do Grupo A na rodada inicial, já que Paraguai e Colômbia empataram em 1 a 1 na abertura da competição.

Leia tudo sobre: BrasilChileseleção brasileirasub 17

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas