Kleina poupa Marcelo Oliveira e Valdivia é único machucado em campo

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Meia, que completará sete jogos fora por lesão na coxa direita neste domingo, contra a Ponte Preta, correu no campo e depois fez exercícios com cones, pulando e arrancando entre eles

Marcello Zambrana/Gazeta Press
Valdivia realizou treino físico nos gramados na Academia nesta quinta-feira

Gilson Kleina tem esperança de contar com até cinco novidades vindas do departamento médico do Palmeiras para enfrentar o Libertad no dia 11, mas só um dos oito machucados treinou no campo nesta quinta-feira: Valdivia. O técnico teve até que tirar Marcelo Oliveira das atividades no gramado para evitar mais um machucado.

O volante, que atua também como lateral esquerdo e foi zagueiro na terça-feira, participou de exercícios físicos e também de um trabalho técnico. Mas foi para a sala de musculação no momento em que foram praticados cruzamentos e finalizações para evitar desgaste na coxa esquerda.

Em outro campo da Academia de Futebol, Valdivia era o único ainda vetado por lesão a trabalhar de forma intensa no gramado. O meia, que completará sete jogos fora por lesão na coxa direita neste domingo, contra a Ponte Preta, correu no campo e depois fez exercícios com cones, pulando e arrancando entre eles.

O chileno é cotado para enfrentar o Libertad, assim como Henrique, também com lesão na coxa direita. Mas o zagueiro, que na semana passada já trabalhava no campo, nem apareceu no gramado. Ficou fazendo tratamento nas dependências internas do centro de treinamento ao lado de Wesley, outro contundido na coxa direita.

Henrique e Wesley devem jogar contra os paraguaios, principalmente o volante, que só não enfrentará a Ponte Preta no domingo, pelo Campeonato Paulista, para estar em melhores condições físicas no compromisso pela Libertadores - em Campinas, Gilson Kleina prepara uma formação repleta de reservas.

Valdivia comemora gol do Palmeiras sobre o São Paulo no clássico do Pacaembu. Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/DivulgaçãoValdivia em ação pelo Palmeiras no clássico. Foto: Leandro Martins/Futura PressMendieta, Valdivia e Wesley correm em volta do campo da Academia de Futebol. Foto: Edno Luan / Futura PressValdivia deixou sua marca pelo Palmeiras. Foto: Helio Suenaga/Gazeta PressValdivia atuou em parte do duelo entre Palmeiras e Penapolense pelo Paulistão. Foto: Marcello Zambrana/Inovafoto/Gazeta PressValdivia comemora gol do Palmeiras sobre o Avaí. Foto: Antonio C. Mafalda/Mafalda Press/Futura PressO meia Valdivia. Foto: Divulgação/PalmeirasValvidia encara a marcação do ASA no Pacaembu. Foto: Luís Moura/Gazeta PressMeia Valdivia tenta passar pela marcação de João Marcos, do Ceará. Foto: Futura Press/L.C. MoreiraO meia chileno Valdivia comemora com seus companheiros um dos gols marcados no rachão desta sexta-feira. Foto: Gazeta Press/Marcelo ZambranaValdivia presenteia torcedor após o treino. Foto: FERNANDO DANTAS / Gazeta PressValdivia comemora seu gol, o segundo diante do Bragantino. Foto: Wagner Carmo/Inovafoto/Gazeta PressValdivia teve grande atuação diante do Icasa. Foto: Marcello Zambrana/Inovafoto/Gazeta PressValdivia deu assistência para o gol de Barcos na Vila Capanema. Foto: AEValdivia em lance do jogo. Foto: AEValdivia poderá enfrentar o Sport, nesta quarta-feira. Foto: AEValdivia tenta escapar com a bola no primeiro tempo. Foto: AEValdivia. Foto: AEValdivia. Foto: Francisco De LaurentiisValdivia ficou abalado pelo fato do criminoso, com estupro na ficha criminal, ter abusado de sua mulher. Foto: Francisco De LaurentiisValdivia. Foto: Francisco De LaurentiisValdivia fez atividades ao lado dos reservas. Foto: Gazeta PressValdivia foi relacionado por Felipão para o duelo decisivo contra o Grêmio, nesta quinta. Foto: Futura PressValdivia foi o herói do Palmeiras nesta quinta. Foto: Gazeta PressValdivia dá encarada: chileno saiu do banco para decidir o jogo para o Palmeiras. Foto: Agência O GloboFelipão comemora com Valdivia: treinador chega à sua 1ª final em sua 2ª passagem pelo Palmeiras. Foto: Futura PressValdivia (esq) e Barcos comemoram a classificação com a torcida do Palmeiras. Foto: Gazeta PressValdivia fica no chão reclamando de falta . Foto: Gazeta PressValdivia celebra o gol de pênalti homenageando o atacante Barcos. Foto: Futura PressJogadores do Palmeiras comemoram o gol de Valdivia. Foto: Gazeta PressAusentes em Curitiba, Barcos e Valdivia comemoraram muito a conquista da Copa do Brasil. Foto: Futura PressValdivia tenta se livrar da marcação de Casemiro. Foto: VipcommValdivia deve jogar contra o Náutico no domingo. Foto: Gazeta PressMazinho (centro) é cumprimentado por Obina e Valdivia após marcar o segundo do Palmeiras no triunfo sobre o Náutico. Foto: Futura PressValdivia ainda não definiu se fica no Palmeiras. Foto: Gazeta PressValdivia: fica no Palmeiras ou vai para o Catar?. Foto: Gazeta PressFelipão e Valdivia. Foto: Gazeta PressValdivia vai desfalcar o Palmeiras mais uma vez. Foto: Gazeta PressTirone não quer ver Valdivia em outro time brasileiro. Foto: Gazeta PressValdivia ainda não tem condições de jogar. Foto: Gazeta PressValdivia volta de contusão ao time do Palmeiras. Foto: Gazeta PressO meia Valdivia foi xingado após o jogo por vestir a camisa do Flamengo. Foto: Gazeta PressValdivia atuou pelo Palmeiras no clássico contra o Santos na noite de sábado no Brasileirão. Foto: Gazeta PressValdivia protege a bola de Tobi. Foto: Futura PressValdivia sofre falta no primeiro tempo. Foto: Futura PressGuilherme disputa bola com Valdivia. Foto: Futura PressValdivia tenta sair da marcação do volante Nilton em São Januário. Foto: Futura PressNarciso, técnico interino do Palmeiras, conversa com o meia Valdívia durante o treino. Foto: Gazeta PressValdivia dá carrinho em Paulinho no meio-campo. Foto: Gazeta PressValdivia deita no chão e não esconde frustração com mais uma derrota do Palmeiras. Foto: Gazeta PressValdivia conta com a confiança de Gilson Kleina. Foto: Gazeta PressValdivia, meia do Palmeiras. Foto: Gazeta PressPaulo Miranda e Valdivia disputam bola no primeiro tempo do clássico. Foto: VipcommValdivia sentiu dores e precisou abandonar o clássico contra o São Paulo. Foto: Gazeta PressValdivia, meia do Palmeiras. Foto: Gazeta PressValdivia entre os marcadores do Paulista. Sósia do chileno marcou dois gols na vitória do Inter na Copinha. Foto: Gazeta PressValdivia se exercita em clínica de Santiago no Chile. Foto: Reprodução www.meds.clValdivia se exercita em clínica de Santiato. Foto: Reprodução www.meds.clValdivia voltou a treinar no Palmeiras nesta segunda-feira. Foto: Gazeta PressValdivia se machuca no treino do Palmeiras. Foto: Leandro Martins/Futura PressValdivia se machuca no treino do Palmeiras. Foto: Leandro Martins/Futura PressValdivia se machuca no treino do Palmeiras. Foto: Leandro Martins/Futura PressValdivia se machuca no treino do Palmeiras. Foto: Leandro Martins/Futura PressValdivia se machuca no treino do Palmeiras. Foto: Leandro Martins/Futura PressValdivia tenta passar pela marcação da Penapolense. Foto: Gazeta PressValdivia comemora com Vinicius gol do Palmeiras. Foto: Gazeta PressValdivia em ação no treino desta quarta no Palmeiras. Foto: Gazeta PressValdivia tenta o drible, mas é desarmado por Martin Galmarini do Tigre . Foto: Victor R. Caivano/APValdivia teve boa atuação no clássico contra o São Paulo, apesar de empate por 0 a 0. Foto: Gazeta PressMark González, Valdivia e Paulo Nobre, presidente do Palmeiras. Foto: Cesar Greco/Ag PalmeirasPalmeiras x Paulista. Foto: Miguel Schincariol/Gazeta PressValdivia realizou treino físico nos gramados na Academia nesta quinta-feira. Foto: Marcello Zambrana/Gazeta Press

Outros que figuraram em campo, mas sem trabalhos mais intensos, foram Kleber, que trata de tendinite no joelho direito, e Maikon Leite, que machucou o tornozelo direito. Ambos fizeram um leve aquecimento no gramado e depois se exercitaram na caixa de areia. Kleber ainda sente dores e, assim como Maikon Leite, não tem previsão de volta.

A lista de contundidos se completa ainda com Leandro Amaro, que torceu o joelho esquerdo, Patrick Vieira, com lesão na coxa esquerda, e Edílson, que está com o tornozelo direito machucado. Nenhum dos três tem volta prevista para este mês.

Com os jogadores que tinha à disposição no gramado, Gilson Kleina fez uma reunião no centro de um dos campos para uma conversa de cerca de dez minutos. Não foi possível ouvir o teor do bate-papo, mas o técnico tem como desafio frear a empolgação de seus comandados após a convincente vitória por 2 a 0 sobre o Tigre, na terça-feira, que aproximou o time de uma das vagas nas oitavas de final da Libertadores.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas