Figueirense pode ter voltas de Magrão, Maylson e Tinga contra o Avaí

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Equipes fazem clássico catarinense no próximo domingo no estádio da Ressacada

Depois de ficar 46 dias no departamento médico para tratar uma lesão no tendão do tornozelo direito, o meia Gérson Magrão foi liberado e ficará à disposição do técnico Adilson Batista no clássico do Figueirense no próximo domingo, às 18h30 (de Brasília), contra o Avaí, na Ressacada.

“A minha lesão foi complicada. Uma lesão rara no tendão, mas me recuperei, estou bem e já fiz três treinos com bola. Fisicamente, ainda não estou 100%. Estou sem minha forma ideal, mas vou me preparar durante a semana para chegar bem ao clássico. Dá para jogar, mas 90 minutos é impossível”, explicou Gerson Magrão.

Magrão ficou de fora do clássico no primeiro turno, vencido pelo Figueira por 1 a 0, no Orlando Scarpelli. Para a partida deste domingo, no entanto, o meia considera o Avaí favorito.

“Eu acho que eles são favoritos por jogarem em casa. Nós estamos precisando do resultado, mas eles estão precisando ainda mais, já que estão em quinto na classificação geral. O favorito é o Avaí e a obrigação de vencer é deles. Estamos em uma situação um pouco mais confortável na tabela”, disse Magrão.

Outro reforço para o clássico é o meio-campista Maylson. O jogador, que vinha sendo improvisado por Adilson Batista na lateral-direita, está recuperado de um estiramento na coxa direita, sofrido na partida contra o Joinville, dia 17 de março. O meia Tinga também já havia sido liberado pelo departamento médico do Figueirense, e será outra opção para o comandante alvinegro.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas