Vitória mantém equipe mineira com 100% de aproveitamento e pode garantir o primeiro lugar geral da fase de grupos da competição

Réver é destaque do Atlético nesta temporada
Flickr/Atlético-MG
Réver é destaque do Atlético nesta temporada

O Atlético-MG é dono de uma campanha invejável na Libertadores, com 100% de aproveitamento no Grupo 3: quatro jogos e quatro vitórias. A equipe do técnico Cuca, porém, quer conquistar o primeiro lugar geral da competição para ter vantagens na sequência. Para que isso aconteça, o Atlético-MG precisa vencer o Arsenal-ARG nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), no estádio Independência, e contar com tropeços de alguns concorrentes.

Deixe seu comentário para esta notícia

Se triunfar em cima dos argentinos, o Atlético-MG chega aos 15 pontos e só poderia perder o posto de melhor equipe da primeira fase para Vélez Sarsfield, Tijuana-MEX e Real Garcilaso-PER. Destes concorrentes, o Atlético-MG é o único que tem 100% de aproveitamento, e dificilmente perderá o primeiro lugar geral em caso de vitória nesta quarta.

Leia também: Esperando adversário retrancado, Pierre receita paciência ao Atlético

Apesar da campanha irretocável, o volante Pierre não espera facilidades contra o Arsenal, e acredita que os argentinos vão atuar retrancados. Para superar a defesa da equipe de Sarandí, o volante alvinegro receita tranquilidade e paciência para o Atlético-MG. Segundo ele, o Atlético-MG vai entrar em campo preparado para uma guerra.

“Ter tranquilidade, paciência. Sabemos jogar este tipo de jogo, principalmente em casa, onde fazemos bons jogos. Se preparar para uma guerra mesmo para continuar nesse bom ambiente, continuar nessa mesma gana e vontade. Sabemos que na Libertadores não tem adversário fácil e os jogos são difíceis. Não podemos facilitar em momento algum e temos que manter os pés no chão”, declarou.

Pierre vai retornar ao time atleticano na vaga de Josué, que não foi inscrito na primeira fase da Libertadores. Além de Pierre, o Atlético-MG terá mudança na defesa em relação ao jogo contra o Tupi. O zagueiro Leonardo Silva cumpriu suspensão no Mineiro e volta ao time no lugar de Gilberto Silva. A grande baixa é o meia-atacante Bernard, que, com lesão no ombro, será substituído por Luan.

O Arsenal chegou ao Brasil na terça-feira, e o técnico Gustavo Alfaro já tem a equipe praticamente definida. Serão duas mudanças em relação ao time que atuou contra o Belgrano, na última sexta-feira, pelo Campeonato Argentino. Pérez vai ocupar o lugar de Kruspzky na lateral-esquerda e Rolle vai entrar no lugar de Céliz.

Os argentinos ocupam o terceiro lugar, com 4 pontos, mesma pontuação do São Paulo, que leva vantagem no saldo de gols. A equipe de Sarandí ainda luta para conseguir classificação para as oitavas de final, mas para isso, seria importante um resultado positivo ou mesmo um empate contra o Atlético-MG.

A imprensa argentina tratou com muita euforia o fato do meia-atacante Bernard estar fora do jogo desta quarta. Na partida de ida, o Atlético-MG aplicou uma goleada por 5 a 2, com três gols de Bernard. Mesmo sem Bernard, o diário Olé destaca que a principal peça do Atlético-MG a ser marcada com atenção é Ronaldinho Gaúcho.

FICHA TÉCNICA - ATLÉTICO-MG x ARSENAL-ARG

Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 3 de abril de 2013 (quarta-feira)
Horário: 22h (horário de Brasília)
Árbitro: Enrique Caceres (PAR)
Assistentes: Dário Gaona (PAR) e Hugo Martinez (PAR)

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Réver, Leonardo Silva e Richarlyson; Pierre, Leandro Donizete, Tardelli e Ronaldinho; Luan e Jô  Técnico: Cuca

ARSENAL-ARG: Campestrini; Nervo, Lisandro López, Braghieri e Pérez; Carbonero, Ortiz, Ivan Marcone e Nicolás Aguirre; Martín Rolle e Júlio Forch  Técnico: Gustavo Alfaro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.