Nasri rebate Mancini, nega acomodação no Manchester City e elogia Wenger

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

"Não me arrependo de ter vindo jogar no Manchester City. Quero entrar em campo e atuar bem”, disse o jogador francês

AFP
Nasri, jogador do Manchester City

O meia-atacante francês Samir Nasri rebateu na noite dessa segunda-feira as críticas que recebeu de Roberto Mancini, técnico do Manchester City. Em entrevista à rede de televisão francesa beIN Sport, o jogador se mostrou irritado com o treinador, que o havia acusado de estar acomodado na equipe inglesa.

“Sei que não estou tendo uma boa temporada, e há várias razões para isso. Mas quando o Mancini diz que eu só estou dando metade do esforço que posso, ele está mentindo. Eu me senti bem contra o Newcastle [goleada do City por 4 a 0 no último domingo], e fazia tempo que não me sentia assim. Não me arrependo de ter vindo jogar no Manchester City. Quero entrar em campo e atuar bem”, disse.

Apesar de não ter marcado nenhum gol na vitória de domingo, Nasri teve boa atuação. Após a partida, Mancini afirmou que “estava com vontade de socar” o atacante, “porque um atleta como ele deve jogar sempre assim”. Além disso, o treinador disse estar com a impressão de que “alguns jogadores só estão jogando 50% do que podem nesta temporada".

Nasri aproveitou ainda a entrevista para elogiar o técnico Arsène Wenger, com quem trabalhou no Arsenal, antes de se transferir para o City em 2011. Mas garantiu que deixou a equipe londrina “por razões esportivas, e não por dinheiro”.

“Wenger é o melhor técnico com quem já trabalhei. Lamento apenas não ter conversado mais com ele antes de sair. Foi ele quem mais me entendeu e me formou como jogador. (...) Não dá para compara Arsenal e City. Aqui, tenho um time melhor, ganhei o Campeonato Inglês da temporada passada, enquanto o Arsenal ainda tentava se classificar para a Liga dos Campeões”, encerrou.

Na atual edição do Campeonato Inglês, Nasri entrou em campo 21 vezes e marcou apenas um gol. Atualmente, o City é o vice-líder da competição, com 15 pontos a menos do que o arquirrival United. Além disso, a equipe está na semifinal da Copa da Inglaterra, etapa em que enfrentará o Chelsea.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas