Dodô se apresenta ao Barra com "grande possibilidade" de ser seu último clube

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Time da segunda divisão carioca terá "artilheiro dos gols bonitos", mas não por muito tempo

Divulgação
Dodô foi apresentado pelo Barra da Tijuca

Apelidado de ‘Artilheiro dos Gols Bonitos’, Dodô conheceu a nova e talvez última casa de sua carreira. O atacante de 38 anos foi apresentado nesta segunda-feira pelo Clube Atlético Barra da Tijuca e revelou que tem grandes chances de deixar os gramados definitivamente no meio deste ano.

Deixe seu comentário para esta notícia

"Não posso prever por quanto tempo jogarei, vai depender do trabalho diário. Mas tenho certeza que estou em um time com um excelente treinador (Lira) e com uma equipe que vai me dar todo o suporte para um bom trabalho. Há grande possibilidade que seja meu último clube. A princípio são esses três meses, vou poder fazer o que eu amo e manter a forma", afirmou o jogador que deixou o Grêmio Osasco na última semana.

Se no time paulista tinha o ex-volante Vampeta como dirigente, Dodô também revelou já ter sido sondado pelo presidente Adilson Coutinho para assumir um cargo na diretoria depois de pendurar as chuteiras. "O Adilson é meu amigo, a gente se conhece há um tempo. Ele me perguntou se havia chance de fazer uma parceria no Barra da Tijuca e eu aceitei. Ele me convidou também para ser vice-presidente dele mais tarde, tem coisas legais para o futuro do time", explicou.

O mandatário, inclusive, era um dos mais empolgados durante a apresentação do veterano nesta segunda-feira. “Estamos muito felizes com a vinda do Dôdo e tenho certeza que será muito importante para o futebol carioca”, afirmou o presidente acompanhado do técnico Lira e do novo reforço.

Esperando a liberação da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Dodô declarou amor ao Barra e espera ser peça fundamental no acesso da equipe à elite do Campeonato Carioca, a começar pelo duelo com o América-RJ nesta quarta-feira: “Estou muito feliz, agradeço ao clube por este convite. Posso dizer que hoje meu clube do coração é o Barra da Tijuca e espero contribuir para o acesso à Primeira Divisão.”

Leia tudo sobre: dodôfutebol cariocabarra da tijuca

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas