Diretor não acredita na liberação de Luis Fabiano contra Strongest

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Atacante foi suspenso por quatro jogos por causa de expulsão já depois do apito final do árbitro no confronto contra o Arsenal de Sarandí na Libertadores

Djalma Vassão/Gazeta Press
Luis Fabiano, atacante do São Paulo

A diretoria do São Paulo está pessimista na tentativa de liberar o atacante Luis Fabiano para o jogo contra o Strongest, na quinta-feira, pela Copa Libertadores da América. O vice-presidente de futebol tricolor, João Paulo de Jesus Lopes, não acredita na hipótese de receber a resposta da Conmebol nos próximos dias.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

“Acho muito difícil (a liberação antes de quinta), não estou apostando nisso. O mais provável é que essa decisão saia mais para frente. Temos a informação de que o recurso será apreciado durante a próxima semana, mas não temos nenhuma garantia de que a decisão saia rapidamente”, afirmou o dirigente, no saguão do estádio do Morumbi, na tarde de domingo.

Luis Fabiano foi suspenso por quatro jogos pelo Tribunal de Disciplina da Conmebol devido à expulsão já depois do apito final do árbitro Wilmar Roldán, no confronto contra o Arsenal de Sarandí. Um dos jogos já foi cumprido de forma automática no encontro seguinte contra os próprios argentinos, mas o São Paulo entrou com recurso para liberar seu atacante dos outros três confrontos.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas