Equipe comandada por Caio Júnior fez 4 a 1, com gols de Luis Alberto, Maxi Biancuchi, Renato Cajá e Dinei. Má notícia foi a lesão de Marcelo Nicácio

Líder do grupo 2 do Campeonato Baiano, o Vitória não teve dificuldades para vencer o Feirense, neste domingo, no Barradão. A equipe comandada por Caio Júnior fez 4 a 1, com gols de Luis Alberto, Maxi Biancuchi, Renato Cajá e Dinei. A má notícia foi a lesão de Marcelo Nicácio, que foi substituído ainda no primeiro tempo com dores na coxa e preocupa para o clássico contra o Bahia, no próximo domingo, na reabertura da Fonte Nova.

Com a vitória, o Rubro-Negro chegou aos nove pontos e manteve os 100% de aproveitamento na segunda fase do Estadual. Já o Feirense, terceiro colocado do grupo 1, não soube aproveitar o tropeço do Bahia e estacionou nos três pontos.

O jogo
O Vitória começou a partida determinado a vencer. Logo aos cinco minutos, o Rubro-Negro abriu o placar. Maxi Biancuchi fez boa jogada e cruzou na área para o volante Luis Alberto, que cabeceou para marcar o primeiro gol.

O segundo gol saiu dois minutos mais tarde. Nino Paraíba e tocou para o meio da área. Biancuchi entrou livre na pequena área, e só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes.

O Feirense voltou melhor para o segundo tempo e, depois de criar algumas boas chances de gol, conseguiu diminuir o placar.

O Vitória conseguiu suportar a pressão do Feirense, e, em lance de contra-ataque, aos 39 minutos, definiu o jogo. Renato Cajá fez jogada individual, invadiu a área e sofreu pênalti. Na cobrança, o próprio Cajá converteu e marcou o terceiro.

A vitória virou goleada aos 44 minutos. Marquinhos rolou para Dinei, que, livre no meio da área, só precisou empurrar para o gol.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.