Planejamento secreto mantém Kleina, mas não o garante na Série B

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Subir para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro é o principal objetivo da diretoria do Palmeiras para esta temporada

Gazeta Press
Kleina foi mantido como técnico do Palmeiras

Gilson Kleina comanda o time grande em pior colocação no Campeonato Paulista e está fora da zona de classificação para as oitavas de final da Libertadores. Mas está seguindo um planejamento. Este foi o argumento de Paulo Nobre para manter o técnico, mas não é suficiente para ele ser garantido na Série B do Campeonato Brasileiro.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O Kleina está sendo avaliado dentro de um planejamento. Se cumprir o que esperamos, será sem dúvida nenhuma nosso técnico na Série B", disse o dirigente, que deu entrevista ao lado do diretor executivo José Carlos Brunoro logo após se reunir com a comissão técnica e o elenco.

O mandatário se recusou a dar qualquer indicação do que chama de planejamento. "O planejamento é uma coisa interna e estratégica que não vou abrir nem discutir publicamente", indicou, reiterando que a goleada do Mirassol por 6 a 2 nessa quarta-feira é insuficiente para desrespeitar o projeto.

Leia mais: Após vexame, Nobre se reúne com diretoria e mantém Kleina no cargo

"O Gilson é o técnico. Como falei no começo do ano, ele será avaliado em um planejamento interno. Não é por uma ou outra derrota que deixaria de ser técnico. As coisas continuam absolutamente normais, dentro de um planejamento", falou Nobre, que repetiu a palavra "planejamento" em quase todas as suas respostas.

Mas o projeto tão alardeado pode mudar nos próximos dias. Nobre não conseguiu garantir que Kleina comandará o Verdão na Série B do Campeonato Brasileiro, até porque subir para a primeira divisão é a única prioridade da diretoria para esta temporada, inclusive deixando a Libertadores de lado.

Veja também: Palmeiras é alvo de piadas após sofrer seis gols contra o Mirassol

Nesta quinta-feira, Gilson Kleina nem comandou o treinamento, deixando a função para seus auxiliares. O técnico aproveitou a tarde para, mais uma vez, rediscutir o que foi traçado pelos dirigentes, em conversa que deve ocorrer a cada resultado negativo até o treinador ser dispensado.

"Seguimos esse planejamento para o ano inteiro que fizemos. Temos discussões, conversas durante toda a semana, às vezes mais de uma vez por semana, para saber como está indo. Não é uma derrota que vai mudar o que foi traçado", reforçou Nobre.

Leia tudo sobre: gilson kleinapaulo nobrepalmeiras

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas