Argentinos e Atlético-MG são os rivais usuais nas 12 expulsões de Luis Fabiano

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

O time mineiro contou com cartão vermelho do atacante do São Paulo duas vezes no Morumbi (ambas no Campeonato Brasileiro, em 2002 e 2012)

A expulsão (depois do jogo) contra o Arsenal, à qual se seguiu suspensão de quatro partidas na Libertadores por "graves insultos" ao árbitro, foi a 12ª de Luis Fabiano no São Paulo desde 2001. Times argentinos e o Atlético-MG estão entre os rivais que mais se beneficiaram do temperamento explosivo do atacante ao longo das três passagens pelo clube paulista.

Para livrar Luis Fabiano, São Paulo tenta transformar ofensa em protesto

River Plate e Tigre, além do Arsenal, foram as outras equipes da Argentina que o tiraram do sério. A primeira, na semifinal da Sul-americana de 2003, quando ele acertou uma voadora nas costas de Almada e ficou fora das cobranças de pênalti que eliminaram o time. A segunda, no jogo de ida da final da Sul-americana de 2012, por tentar revidar agressão de Donatti.

Marcelo Ferrelli/ Gazeta Press
Luis Fabiano reclama com árbitro e é expulso após a contra o Arsenal

"Entre bater o pênalti e brigar, eu prefiro ajudar meu companheiro", justificou, na primeira ocasião. "A gente não tem sangue de barata, eu não tenho. Sou desse jeito, não gosto de levar desaforo para casa, de levar porrada. Ele me deu um soco no braço" foi a explicação para a outra, frente ao Tigre.

Desânimo de Luís Fabiano não preocupa jogadores do São Paulo

Dentre os clubes nacionais, destaca-se o Atlético. O time mineiro contou com cartão vermelho de Luis Fabiano duas vezes no Morumbi (ambas no Campeonato Brasileiro, em 2002 e 2012), justamente o palco do próximo encontro com o São Paulo, em 17 de abril – o camisa 9 só poderá ir a campo se a defesa conseguir reverter a punição aplicada pelo Tribunal de Disciplina da Conmebol.

Você achou justa a punição dada a Luis Fabiano? Comente e opine

Na mais recente expulsão diante do Galo, não poupou xingamentos ao árbitro Elmo Alves Resende da Cunha. "P..., marca só uma, seu m..., tá (sic) inventando desde o início, é muito fraco", teria gritado. Segundo a súmula, não parou por aí: "Seu filho da p..., você é um v..., dá vontade de meter o soco na sua cara, vagabundo, te encher de pancada". Pelas ofensas, pegou dois jogos de gancho.

As ofensas ao árbitro da partida contra o Arsenal, ele não confirma. "Sinceramente, não merecia. Desta vez, não merecia. Pode até ser que eu tenha merecido a expulsão (já depois do apito final), apesar de não ter falado nada, mas às vezes o árbitro já vem com alguma intenção. Tenho fé que a defesa vai reverter, e a suspensão vai ser mais branda", falou o centroavante, no sábado, dia em que anotou seu 166º gol em 230 atuações pelo São Paulo e nem sequer amarelo levou.

Confira a lista de expulsões de Luis Fabiano:

07/04/2001 - União São João 4 x 3 São Paulo - Paulista
11/07/2001 - São Paulo 3 x 2 Flamengo - Copa dos Campeões
25/09/2002 - São Paulo 1 x 2 Atlético-MG - Brasileiro
02/02/2003 - Inter de Limeira 0 x 3 São Paulo - Paulista
17/07/2003 - São Paulo 2 x 0 Atlético-PR - Brasileiro
17/09/2003 - São Paulo 1 x 0 Fluminense - Sul-americana
12/10/2003 - São Paulo 3 x 0 Corinthians - Brasileiro
03/12/2003 - São Paulo 2 x 0 River Plate - Sul-americana
21/03/2004 - São Paulo 0 x 2 São Caetano - Paulista
17/06/2012 - São Paulo 1 x 0 Atlético-MG - Brasileiro
05/12/2012 - Tigre 0 x 0 São Paulo - Sul-americana
07/03/2013 - São Paulo 1 x 1 Arsenal - Libertadores

Leia tudo sobre: São PauloLuis Fabianoigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas